{Resenha} Como Eu Era Antes de Você

Como Eu Era Antes de Você
Título Original: Me Before You
Autor(a): Jojo Moyes
Editora: Intrínseca      Páginas: 320
Lançamento: 2013      ISBN:  9788580573299



Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Trabalha como garçonete num café, um emprego que não paga muito, mas ajuda nas despesas, e namora Patrick, um triatleta que não parece interessado nela. Não que ela se importe. Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor, de 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de um acidente de moto, o antes ativo e esportivo Will desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Tudo parece pequeno e sem graça para ele, que sabe exatamente como dar um fim a esse sentimento. O que Will não sabe é que Lou está prestes a trazer cor a sua vida. E nenhum dos dois desconfia de que irá mudar para sempre a história um do outro.
Quando eu peguei este livro para ler eu imaginava que fosse me emocionar bastante, mas não da forma que fiquei. Existem livros que lemos e choramos, mas existem outros que lemos, choramos e depois, passado um tempo, continuamos com o coração apertado. Este livro é assim, cada vez que lembro de tudo que encontrei em suas páginas, fico triste e pensativa, tal foi a forma como tudo nesta trama me deixou impressionada.

Narrado em primeira pessoa, na maior parte do tempo, por Lou, este livro é uma lição de vida. Conhecemos aqui duas pessoas que viviam em mundos opostos, e nunca teriam se encontrado se não fossem as dificuldades que a vida lhes impôs. A protagonista Lou, é uma garota que não deseja muito da vida, para ela o importante é sempre manter as pessoas bem, deixando a si mesma sempre em um plano secundário. Lou me lembrou muitas pessoas que conheço, acredito que por isso senti tanta proximidade com ela. Achei bem curiosa sua situação de desempregada, sem preparo profissional, indo em centros de ajuda ao trabalhador, em busca de qualquer emprego que lhe pagasse um salário. Não que eu nunca tenha visto alguém procurando emprego, achei diferente esta abordagem em um livro, pois sempre os personagens são bem sucedidos, com carreiras promissoras e ótima formação, mas não Lou, ela foi um retrato bem feito de muitos jovens aqui de nosso país.

Lou me cativou desde o começo, uma garota bem humorada, com um coração enorme. Ela é boa, uma pessoa extremamente boa, tanto que às vezes eu desejei que ela fosse mais dura com sua família. Turma de aproveitadores, além de sempre zombarem de Lou, achavam, neste caso a  irmã, que ela era obrigada a fazer sacrifícios para todos eles. Sinceramente eu não gostei nada dela, uma garota metida, que achava-se melhor que os outros e jogava o filho nas costas da família. Mesmo em algumas ocasiões ela se mostrando solidária com Lou, não convenceu. O namoro de sete anos de Lou com Patrick, é outro ponto que nos faz querer que ela dê uma reviravolta na vida e espante toda esta gente pra bem longe.

Will, um executivo promissor, que adorava esportes radicais, e namorava uma beldade, viu seu mundo desabar ao ser atropelado por uma moto e ficar tetraplégico, todas as suas expectativas de vida acabaram no dia do acidente, e como ele mesmo tatuou em seu corpo, sua validade como pessoa. Pode parecer algo extremo, mas para Will, sua vida acabou naquele dia, e desde então tudo que ele deseja é morrer. Após uma tentativa de suicídio  seus pais resolvem encontrar alguém diferente para cuidar dele, e assim Lou entra em sua vida.

Will é chato, mas não dá para ficar com raiva dele, em um primeiro momento sua má vontade com os cuidados das pessoas até dá nos nervos, mas depois eu parei e pensei na complexidade de sua situação, e é aceitável seu comportamento. Você ser perfeito, gozar de plena saúde, e de um dia para outro se ver preso em uma cadeira de rodas, dependendo da boa vontade dos outros para tudo  é algo frustrante e cruel. Assim pude vê-lo com outros olhos e me compadecer de sua dor. A autora  soube abordar com maestria e sensibilidade a vida de um tetraplégico, mostrando uma realidade muito triste, e mesmo sendo algo que comove, ela soube nos dar cenas divertidas também, pois mesclou drama com um humor inteligente. 

A parceria Will e Lou é ótima. Lou é engraçada, uma figura, que de tanto insistir quebra um pouco da frieza de Will. Ela não se curvou à ele, pelo contrário, enfrentou cada uma de suas cenas, e derrubou a resistência do rapaz. Conforme vamos vendo a evolução deste relacionamento, o status patrão-empregado deixa de existir, dando lugar à amizade, cumplicidade e confiança. O surgimento de algo mais forte acontece de forma natural, até esperamos por isso, e aceitamos confortavelmente. Acho que ninguém foi tão verdadeiro e sincero com Will, pois por mais que a família dele estivesse sempre próxima, eu não via amor naquela casa, tudo parecia muito mecânico, como obrigação. Por mais rico que Will fosse, foi Lou que trouxe algo de valor para sua vida, não o dinheiro de sua família.

Will desafia Lou, acende na moça o desejo de mudar sua vida. Lou reage à sua família, ao seu relacionamento, ela torna-se mais forte do que acreditava ser, mas não só por si, mas também por Will, pois sem querer descobre algo muito sério sobre o futuro dele, algo que tem um tempo determinado para acontecer.

Neste ponto da narrativa vemos que não é apenas um romance que temos em mãos, é algo além, que vai contra muita coisa que acreditamos. Will tomou um decisão que balança não só as estruturas de sua família, mas a nossa. Sério, quando eu soube o que ele planejava meu estômago deu voltas, eu não vou falar o que é, seria um spoiler e tiraria muito do prazer da leitura de vocês, mas posso dizer que fiquei chocada. Engraçado que na Inglaterra, onde a trama acontece é algo comum, mas na nossa cultura não, e tenho certeza que vai causar o mesmo impacto em vocês.

Tudo bem que é comum lá, mas os que estavam ao lado de Will, queriam mudar a decisão do rapaz, e a luta de Lou por isso é ferrenha, causa palpitações em nosso coração saber se ela consegue ter sucesso nesta empreitada, e posso dizer que até as últimas vinte páginas vamos sofrer na espera desta resposta. Clima de contagem regressiva.

Quando tomamos conhecimento do que está prestes a acontecer, a narrativa passa para outros personagens, não fica somente presa ao ponto de vista de Lou, e desta forma conseguimos ver como Will afeta todos ao seu redor, e também como ele e ela estão transformando-se pouco a pouco.

Falando nos demais personagens, eu achei que a história da família de Will ficou no ar, temos alguns nuances dos problemas que fizeram eles se afastar uns dos outros, mas faltou uma melhor explicação, deixando algo no ar. Me incomodou a autora citar este ponto, nos fazer entender que tinha importância e depois deixar o assunto de lado. Pode até não fazer diferença para muitas pessoas, mas como sou muito apegada aos detalhes, fez falta e me deixou curiosa.

Jojo Moyes, conseguiu em pouco mais de 300 páginas bagunçar completamente minha cabeça e meu coração, com uma história que aborda relações familiares, crescimento pessoal, superação, amizade, confiança, romance e vida. Vida aqui é a palavra chave, deixando até o romance em segundo plano. A vida e seu valor estão presentes em cada linha deste livro, até onde a valorizamos e até onde a vivemos, como deve ser vivida. Como eu disse, este livro é uma lição  para todos nós. Ao acompanhar a saga de Lou e Will, vemos que o ditado popular "querer é poder", não passa de uma ilusão.  Muitas de nossas crenças são contestadas em Como Eu Era Antes de Você, com certeza o que vi aqui, ficará comigo para sempre.

O título do livro caí como uma luva para toda a trama, serve tanto para Will, quanto para Lou e até mesmo para todos que tiverem um encontro com esta história. Eu recomendo, mas preparem seu coração e mente, pois além de fortes emoções, vamos bater de frente com questões morais muito fortes, e no meu caso não deu para concordar com certas decisões, minha consciência não permite. Sério, até agora estou balançada.








2leep.com

42 comentários:

  1. Oi sua linda :]

    Não conhecia o livro, mas só você falando que ele é de deixar lembranças nos nossos pobres coraçõezinhos, já fiquei interessada.
    Essa relação de Will e Lou parece ser de dá arrepiou e nos fazer suspirar.
    E você me deixou super curiosa. O que o Will faz? Não me conte o/
    Sério, sua resenha me deixou com aquela inquietação de “preciso ler essa história”. Maravilhosa resenha. Já coloquei na minha lista de desejados no Skoob xP

    BJão flor!

    -Amigas Entre Livros-

    ResponderExcluir
  2. Nossa Cida,
    Que história?! Imagino o que seja que Will deseja e por mais que não estejamos acostumados, será que não seria crueldade e egoísmo esperar que ele agisse como queiramos???
    Coloquei em minha listinha de desejados pois adoro livros que abordam questões morais e relações familiares...

    Ótima e instigante resenha! Parabéns!

    Beijos
    Chrys
    Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga!Não dá para julgar, acho que é algo muito pessoal, mesmo indo contra o que acredito. Bjos!

      Excluir
  3. Hum, Cida, interessante o livro! Desde que vi o lançamento fiquei curiosa, e sua resenha só a atiçou mais, haushaush

    Beijão

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    Eu quero ler esse livro!!!!
    A história parece que mexe muito com nossos sentimentos e gosto de livros assim, que nos fazem pensar em sua história mesmo depois de termos terminado o livro.
    Estou super curiosa para ler, só leio pontos positivos sobre ele.
    bjs

    http://entrepaginasesonhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Amiga,
    Puxa... dá pra sentir o quanto o livro te abalou.
    Eu me interessei por este livro só pela sinopse, mas tava curiosa pra ler uma resenha dobre ele. E acredito que não acharei melhor resenha que a sua.
    Ficou linda e nos mostra bastante do livro sem tirar o mistério que cerca a historia. Agora to ainda mais ansiosa para ler. Eu gosto de historias assim, que nos marcam. Realmente preciso ler, urgente, estee livro!

    Beijooos!
    Jaque.

    ResponderExcluir
  6. Adoro romances assim, que nos deixam vidrados página a página! Entrou para a lista de desejados! :)
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  7. Eu estava de olho nesse livro, depois dessa resenha ele vai direto pra minha listinha de desejados, a história deve ser linda, acho que estou precisando de uma lição de vida, só que essa semana estou muito emotiva, vou deixar pra ler em outra época...
    Vi seu recadinho no Coração de Tinta sobre o livro Cores de Outono, eu já fiz resenha dele, se você quiser ler, vou deixar o link aqui... eu fiquei apaixonada pelo livro.
    Beijos
    http://www.coracaodetinta.blogspot.com.br/2013/04/resenha-cores-de-outono-keila-gon-novo.html

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida, eu tenho lido tantos comentários lindos sobre esse livro que me dá vontade de ler logo. Tenho outro livro da autora que pretendo passar na frente dos outros, principalmente para ver se ela consegue me tocar com outra história também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Nem li o ultimo dela e já estou doida com esse! É uma graça de livro, gostei dele. Espero ler também, pelo visto vale a pena!

    ResponderExcluir
  10. Cida!
    Esse livrinho está na minha lista!
    Com certeza vou ler!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Fico estasiada quando encontro livros em que mexem com meu psicológico, eu já não me sinto muito normal, imagine quando mexem com meus valores morais... Humhum. Mas, pela sua resenha eu puder ver o quando vale a pena alguns livros que eu não daria nada pela capa. Adorei sua resenha;
    http://clicandolivros.blogspot.com.br/
    Beijão <3

    ResponderExcluir
  12. Oie :)

    Nossa sua resenha ficou ótima meus parabéns, estou luco para ler esse livro apesar de ter abandonado o outro livro da autora, beijos :D

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D

    ResponderExcluir
  13. Eu não tinha lido nada sobre esse livro até esse momento. Amei a sinopse e amei mais ainda a resenha. Gostei damais da história e pretendo encontrar esse livro par ler.

    ResponderExcluir
  14. opa algum personagem, escritor ou qualquer coisa que envolva um livro que faça a gente ter o coração ou cabeça bagunçada merece minha atenção *-* adro livros que eu nem sei o que fazer ou sentir quando estou lendo

    ResponderExcluir
  15. Oi, Cida!
    Eu chorei tanto com esse livro. Fiquei super emocionada também. Sua resenha está linda! A Lou e o Will são personagens marcantes, né? Acho que eles mudaram um pouquinho da minha forma de pensar. Fiquei com um aperto no coração enorme pelas decisões que o Will toma e por tudo que a Lou tem que passar.
    Também não gostei da irmã da Lou, achei que ela era uma bela de uma oportunista que se achava superior a irmã.
    Esse livro é sensacional!
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muda muito dentro da gente, deixamos até mesmo o egoísmo de lado.

      Excluir
  16. Gostei! É difícil tratar temas ~emocionantes~ sem ser clichê. Me lembrou um pouco o filme Intocáveis, já assistiu?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, mas vou procurar, se lembra o livro acho que gostarei.

      Excluir
  17. Vish, fiquei mesmo com muita vontade de ler! ;O resenha ótima!



    http://shhh-estoulendo.blogspot.com.br/2013/05/livros-comprados-em-marco-e-em-abril.html

    ResponderExcluir
  18. Oi Cida!
    Vi esse livro domingo na Feira do Livro e fiquei tentada a comprar. Cheguei a pegar ele, olhei, olhei e deixei lá. Se arrependimento matasse, tava eu aqui mortinha da Silva. rs
    Adorei a resenha! Como sou daquelas pessoas que choram com tudo, acho que vou me emocionar bastante com o livro. Espero encontrar ele na próxima feira.
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Corre e compra, é lindo e você que gosta de livros sensíveis vai amar.

      Excluir
  19. Ai Cida! quem ficou com o coração apertado fui eu agora! haha eu tenho uma mania masoquista de sempre colocar a saraiva no meu caminho sempre que eu saio de casa, e há dias que eu namoro com esse livro e pensei em comprar mas ainda não o fiz, assim que entrar mais uma graninha eu compro! adorei a resenha, me inspirei e já quero conhecer o Will e a Lou!
    beijos!

    ResponderExcluir
  20. Sério, agora preciso ler esse livro, Cida, você aumentou minha curiosidade para lê-lo, mas ainda não sei se estou preparado, porque como vocês mesma disse, temos que preparar nosso coração e nossa mente =/

    Beijos.
    Guilherme.
    http://omeu-diva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Cida!!

    Estou com esse livro aqui, já estava com uma grande vontade de lê-lo, mas depois dessa resenha fiquei ainda mais curiosa.
    Adoro chorar lendo livros, me sinto ainda mais incluída na história.

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  22. Me deixou com mais vontade de ler. E essa contagem regressiva me fez ficar curiosa.

    Beijos,
    Carissa
    www.carissavieira.com

    ResponderExcluir
  23. Oie Cida,
    já vi o pessoal falando desse livro e estou bem curiosa sobre ele, todo mundo diz que tem umas cenas bem engraçadas e fofos.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  24. Esse livro está na minha lista de desejos! Parece ser tão ♥

    ResponderExcluir
  25. Choquei com essa resenha Cida, e estou roendo as unhas de curiosidade.
    Que decisão é essa que Will toma que balança até nossa estrutura??
    Adoro histórias que abordam a vida, com certeza esse vai pra listinha.
    Resenha excelente.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  26. Quando vi essa capa já entrou direto pra lista de desejos, e com a sinopse então me ganhou totalmente. Louca por essa leitura, e sua resenha me despertou ainda mais uma curiosidade. HAHAHA'
    Beeeijos
    http://2bookgirls.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. Oi Cida, parece que este livro te deixou com uma ressaca heimm..
    Isso é bom, dá um quê todo especial ao livro, a capacidade que ele tem de nos emocionar, e não é facil um livro conseguir isso.. Eu admiro muito os autores que tem essa capacidade..
    Adorei ler sua resenha, sua descrição dos personagens.. eu acho que nunca tinha parado para ler a sinopse deste livro..
    Eu vou querer ler..

    Beijos Mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu terminei de ler e fiquei parada e pensando, foi bem forte.

      Excluir
  28. Oie amiga
    Eu já tinha lido a sinopse desse livro, mas ainda não tinha lido resenha e nem conhecia muito sobre a história. Me apaixonei!!
    Quero ler DESESPERADAMENTE esse livro.
    Ele deve ser ótimo mesmo. Vou colocar na minha lista de desejados.
    Beijos

    Jéssica R.
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Cida que resenha linda, eu já estava de olho nesse livro por causa da capa linda, mas não havia parado para ler uma resenha até agora. Você citou pontos importantes e também foi sincera, acho chato quando a autora cita algo que é importante e não detalha, mas as vezes isso não impede a história de ser boa como parece ser esse caso. Fiquei muito, muito curiosa para conhecer essa narrativa. *-*

    Beeeijão!
    http://literarioecultural.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Me parece uma história emocionante!
    Ana.
    http://umlivroenadamais.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  31. Cida, que resenha linda e sensível!
    Esse não é meu estilo de leitura, mas a história parece ser envolvente e impactante. Posso imaginar que decisão foi essa que Will tomou, e se for o que estou pensando, também não concordaria.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  32. Cida, sua resenha está linda demais ><
    Só que eu daria 5 estrelas, esse livro merece!
    A irmã da Lou eu gostei dela, não a achei metida nem nada rsrsrs
    engraçado que a Jojo fez o mesmo comigo, bagunçou minha cabeça, principalmente em relação a tetraplegia :/ Concordo com a questão da moralidade, porque foi dificil aceitar a decisão do Will, acho que até Deus entra um pouco nessa parte, já que Ele deu a vida, Ele tem que tirar. Mas eu não sei muito o que achar, só estando na pele de alguém que sofre muito na vida mesmo pra saber de tudo isso.
    Beijos,
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  33. Amei sua resenha. Eu já li e ouvi algumas pessoas falarem sobre esse livro e sua história tocante e profunda. Eu adoraria lê-lo mas tô sem coragem por conta da tristeza que envolve o final da trama e todos pensamentos que passam a nos envolver por conta dela. Ele ficará aguardando em minha estante.

    Bjs

    susanemd@blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Li uma resenha desse livro em outro blog.... gostei tanto, que no dia seguinte comprei o livro. Agora, dando uma olhada por aqui, vejo que tem resenha também.... e amei!!! Estou louca para começar a ler...

    ResponderExcluir
  35. Olá Cida,

    Sempre tive curiosidade em relação esse livro e um pouco de dúvidas, mas depois da sua resenha gostaria de Lê-lo.....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  36. Este livro parece ser muito interessante, já ouvi falar muito dele e está em minha lista de leitura, ouvi dizer que é extremamente emocionante, adoro livros assim.

    ResponderExcluir
  37. Esse livro é demais... emoção do começo ao fim.
    Haja lencinho!!

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!