{Resenha} Uma Curva na Estrada

Uma Curva na Estrada
Título Original: A Bend in the Road
Autor(a): Nicholas Sparks
Editora:  Arqueiro      Páginas: 304
Lançamento: 2013      ISBN: 9788580411157


A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre.

Bem hoje é dia de romance. Sei que trago sempre mais livros de aventura infanto-juvenil e sobrenaturais, mas eu também gosto de romances, já li muitos, na verdade foi o que mais li até hoje, mas atualmente não leio tantos quanto gostaria. Então o livro da vez é um Sparks.

Este livro de Sparks mescla a narrativa entre primeira e terceira pessoa, começando em primeira com um narrador misterioso. Ele quer nos contar a história de Miles e Sarah, mas para isso precisamos conhecer, primeiro, a história de Missy. A identidade deste narrador é mantida em sigilo, sabemos que ele é alguém próximo dos personagens e que conhece muito bem a vida de cada um deles, uma aura de mistério é mantida, pois logo vamos perceber que este narrador, está ligado diretamente ao grande segredo do livro, e somente poderemos conhecê-lo no desfecho. 

Missy era a esposa de Miles e morreu jovem, sua morte no entanto é o grande problema da vida dele, mais que a perda, ele sente- se impotente por nunca ter descoberto o responsável pela morte da esposa. Sendo um policial, não se conforma por não ter resolvido este caso. O que aconteceu neste acidente não é apresentado logo de cara, na verdade o acidente não é o começo de tudo, quando começamos o livro, Miles já é viúvo, e está em busca de um recomeço. Após seu período de luto, percebe sinais de estar pronto para outra relação, e conforme isso acontece, a morte da esposa volta a fazer parte de seu cotidiano, pois fatos relevantes aparecem. Assim, enquanto ele tenta recomeçar sua vida, a morte de Missy vai sendo explicada.

Quem faz par com Miles é Sarah, uma mulher que está juntando os pedaços de seu coração após o divórcio. Sarah não pode ter filhos e isso foi o bastante para seu ex-marido achar que ela não servia para ser mais sua esposa, ela foi descartada como uma coisa sem utilidade e isso a feriu profundamente. Ela é professora, e conhece Miles através de seu filho Jonah, que é seu aluno. Ela e Miles sentem atraídos logo que se conhecem, e aos poucos iniciam um relacionamento. 

Fui fisgada logo nas primeiras páginas, uma cidade pequena com clima acolhedor, uma história  cativante e ainda um mistério policial. Tem personagens bem reais e bem construídos. Sarah é aquela personagem que nos conquista facilmente. Uma mulher simples, comum, que comove com suas desilusões e nos faz torcer para que ela encontre um grande amor. Ela é uma professora carinhosa, uma filha dedicada e uma irmã companheira, é aquela pessoa que sabemos que pode ser nossa melhor amiga, que podemos contar com ela sempre ao nosso lado. Ela foi a personagem que mais gostei, ao lado do filho de Miles, que é um garotinho muito meigo.

Miles é um caso sério, por mais que se mostre com um cara sofrido, eu não consegui gostar dele.  Na verdade ele não encarna muito bem o papel do viúvo sem chão, eu acho que o que mais  o incomodava no caso da morte, era ele como policial, não saber o que tinha acontecido. Desde sua primeira aparição achei sua obsessão pela morte da esposa estranha, doentia seria a palavra certa, o que deixa um cheiro de encrenca no ar. Sua teimosia me fez sentir uma grande antipatia por ele Acho que como policial a violência deveria ser evitada, mas ele ao contrário fazia dela sua ferramenta de trabalho. Pior justificava tudo dizendo estar cumprindo a lei.

O relacionamento do casal desenvolve-se com uma forte base de amizade e respeito. Antes de irem mais fundo, eles tornam -se amigos e confidentes, expondo seus problemas e desilusões. Cada um sabe onde está mergulhando e o que o outro espera. É um relacionamento muito maduro e consciente. É tudo bem tranquilo, então não esperem cenas calientes

Mesmo curtindo demais este clima, eu ficava com uma pulga atrás da orelha, afinal tudo deu certo muito rápido e Sparks não é tão bonzinho assim em seus romances. Cadê a tragédia? E logo chegou este momento, afinal Sparks gosta de fazer as pessoas sofrerem antes de um final feliz. Isso quando ele nos dá um final feliz.

Bem, como eu disse a morte de Missy ainda é um mistério, e quando ocorrem certas revelações, Miles quer fazer justiça com as próprias mãos, cego de ódio e rancor, deixa Sarah e até o próprio filho de lado. Sua violência chega aos extremos. Para Miles a verdade que ele descobriu é perfeita, exatamente o que ele poderia esperar, mas infelizmente nem tudo pode ser como ele quer, e logo percebe que as coisas não são como parecem. Ele que sempre achou que encerrar o caso de Missy fosse a peça fundamental para refazer sua vida, acaba percebendo que é exatamente o contrário, a verdade poderá destruir tudo o que ele tem.

A história dá uma reviravolta, o clima quente e acolhedor que há o começo deixa de existir, e agora o clima é de pura tensão. Acabei não apreciando este fato, na verdade foi a primeira vez que torci para que o casal não ficasse junto. Ver Sarah e Jonah feridos foi muito duro, acho que Sparks exagerou na personalidade de Miles. É um bom livro, mas gerou em mim sentimentos bem conflitantes, ao ponto de torcer pela infelicidade do protagonista. Por outro lado existem aqueles por quem torcemos todo o tempo. Foi o livro de Sparks que me deixou mais tensa até hoje, definitivamente com os nervos à flor da pele. Acredito que cada um que ler vai gostar de um personagem diferente, vai muito de afinidade, pois o autor os cria de maneira tão real, parecendo pessoas que vamos encontrar logo ali, que como tal, nem sempre quem eu gosto, você vai gostar também.


A frase da capa e o título do livro são perfeitos, resumem bem a história.  
"Às vezes, quando se busca o amor, primeiro é preciso encontrar o perdão."







2leep.com

33 comentários:

  1. Oi Cida!
    Nossa, o livro parece ter um enredo super diferente dos demais livros do Nicholas, né? Por tudo que vc falou, acho que vou curti bastante. Principalmente por esse clima de tensão no ar.
    Sério que vc não torceu para o casal principal ficar juntos? Já estou em cólicas para descobrir tudo! rs
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Torci sim Neyla, ainda acho que Sarah merecia mais.

      Excluir
  2. oi Cida,
    Nicolas Sparks faz isso com a gente mesmo, conflito e tristeza nos personagens rsrsrs

    Não sou fã dos livros dele, mas acho que leria se o livro caísse na minha mão.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida, o autor sempre consegue criar essa aura de mistério numa cidadezinha que todo mundo gostaria de viver, e acho que a narrativa dele nos envolve como nenhuma outra, tanto que, mesmo sendo uma história mais ou menos, nunca cansamos de ler.
    Tenho alguns livros dele que ainda preciso colocar em dia, mas espero poder ler esse também.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Gosto bastante dos livros dele
    E estou louca para ler esse
    Já esta na lista

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Pelo que tenho entendido do livro, esse é um mais diferente do Nicholas, até pq foi um dos mais novos que ele escreveu!
    Adorei sua resenha, preciso comprar para completar minha coleção!
    Clicandolivros.blogspot.com.br
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida, tudo bem ?
    Primeira visita *-*

    Pense num autor que sou apaixonada, é o Nicholas Sparks.
    Tudo que ele escreve é magico , sempre acabo chorando em todos os seus livros T_T
    Infelizmente ainda não puder ler este, mas espero comprar ele logo.

    Beijos
    Camila S.
    http://resenhandolivrosefilmes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Tudo que o Nicholas Sparks escreve é ótimo!
    Adorei sua resenha.
    Beijos, sucesso.
    http://pandainvertido.com/

    ResponderExcluir
  8. É uma vergonha admitir que nunca li sparks!
    Quero muito ler!
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    Livroterapias

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida...
    Acabei de ler um livro do Nicholas Sparks e apesar de gostar da escrita dele tenho medo de ler um tanto de livros deles em seguida porque acho que ele tem uma fórmula sabe? e usa em todos os livros, as vezes enjoa... mas com certeza em um futuro de uns dois meses eu vou ler esse livro...
    Espero gostar também =)

    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,
    Ainda não li nada do Nicholas, mas acredito que irei gostar desse livro, já que fiquei curiosa para descobrir o grande mistério da estória.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Oii..
    Sério, eu preciso MESMO quebrar esta minha barreira com Nicholas Sparks. Sei lá.
    A história sempre me é atraente como esta, mas ai lembro de "O milagre" e desisto de querer qualquer outro livro dele.

    Beijos, Lu
    http://luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não li O Milagre Lu, mas sei que não é o preferido pelo fãs do autor, então acho legal você dar mais uma chance à ele.

      Excluir
  12. Amooo Nicholas Sparks. Adorei esse livro, acabei de ler Um Porto Seguro e cada vez acho mais legais as histórias dele :)

    Beijos,
    http://www.segredosentreamigas.com/

    ResponderExcluir
  13. Li o começo da resenha, mas infelizmente não terminei de ler, pois gostei tanto do começo que estou completamente louca para ler o livro. Estou começando a ler o meu primeiro do Sparks (O Melhor de Mim) e espero que seje tão bom quanto falam. Esse com certeza em breve estará em minha estante.
    http://leituramagnifica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Tenho um certo receio em ler livros do Nicholas, por causa dos finais haha.

    Beijos, Rayra Mirelem
    www.rayramii.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Cida! Lendo a sua resenha percebi semelhanças enormes com outro livro do autor, Um Porto Seguro, corre nesse mesmo ritmo. Acho legal como o Sparks conduz suas histórias. Ele tem que colocar tragédia no fim (alguém tem que morrer, isso é fato) e o romance em si, mas são repetitivos, não há dúvida.

    Beijão!

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida!
    O tio Sparks tem diversificado mais seus personagens, dessa vez temos um mocinho meio ogro e cabeça dura, realmente isso gerou umas partes bem tensas, acredito que o perdão teve que rolar entre todos ali, no final das contas.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga, e coloca ogro nisso, fiquei espantada.

      Excluir
  17. Oi Cida,
    Fiquei bem curiosa quanto a esse livro por ter um mistério e por ser diferente dos demais do Sparks. Não sou fã declarada dele mas ele tem seus méritos. Esses livros que nos causam sensações conflitantes são interessantes até certo ponto, né.
    Pretendo ler um dia.
    bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  18. Oiii Cida!
    Como sempre suas resenhas estão maravilhosas!
    Meu preconceito literário é com o Nicholas Sparks .-.
    Eu comecei a ler A Última Música e não aguentei rs
    Pela sua resenha creio que esse tem uma revelação, um segredo, que pode fazer a leitura se tornar melhor! Quem sabe não solicito ele ? rsrsrs
    Beijos
    descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Mais um livro do Sparks para mim desejar :3
    Eu não sei porq, todo livro dele pra mim parece que sempre tem algo igual sabe, mas que mesmo assim encanta :3

    Beijos
    Pepper Lipstick

    ResponderExcluir
  20. Oi Cida, mais um livro do Nick para entrar na minha lista de leitura. Só uma coisinha porém, estou achando as capas da editora muito iguais umas das outras.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  21. Nicholas não precisa de apresentações. Comecei o A primeira vista que é sequência de O Milagre. Acho que vou chorar horrores já...E sei que esse livro será tão lindo quanto os demais.

    ResponderExcluir
  22. Olá Cida,

    Esse livro esta na minha lista de desejados, gosto da escritado autor, apesar de ter lido poucos livros dele...parabéns pela resenha...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Oi Cida!
    Eu adoro os livros do Sparks mas fico igual você, esperando a tragédia e a choradeira. Que bom que esse livro não terminou assim, prefiro os finais felizes.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  24. Oi Cida!
    Eu quero ler esse livro do Sparks. A história em si parece ser bem diferente das outras que ele costuma escrever, apesar de haver elementos similares às suas histórias anteriores.
    Sobre o protagonista, acho que terei uma opinião parecida com a sua. Pude pressentir isso. rs
    Parabéns pela resenha!
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  25. Oi... sabe que nuca li um livro do Sparks, li sua resenha e gostei! Parabéns!

    ResponderExcluir
  26. Nossa torcer contra o protagonista é algo pouco comum, mas acho que é uma prova de Sparks conseguiu criar uma história que provoca bastante. Eu adoro romances, mas nunca tenho uma boa impressão sobre os livros dele, sei lá, acho todos muito parecidos sabe? Eu gostaria de ter a oportunidade de ler pelo menos um e mudar essa ideia, talvez seja só picuinha minha rs
    De qualquer forma acho que 4 estrelas é uma boa nota, então fico feliz que tenha gostado ^^

    (desconstruindoaspalavras.blogspot.com.br)

    ResponderExcluir
  27. Olá Cida! Tudo bem?
    Eu estou bem curiosa em relação a esse livro. Não li nada do Sparks ainda, mas pretendo muito em breve ler Querido John! Mas, não sei se foi só impressão minha, mas parece que Uma curva na estrada sai um pouco do gênero literário do autor porque, sempre que ouço falar dele, sua principal característica é o romance, e esse livro parece ser mais um suspense do que um romance. Porém, gostei disso, amo suspense e com uma pitada de romance então, fica perfeito!
    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  28. Oi!
    Sou meio que traumatizada com os livros do Sparks... Rsrs
    Quando vejo um novo livro dele, penso logo. Quem será que vai morrer dessa vez? Não consigo evitar.
    Depois de ler alguns consecutivamente e derramar litros de lágrimas resolvi dar um tempo. E agora estou eu aqui depois de ler sua resenha, super ansiosa por este livro.
    Esse parece fugir um pouquinho às regras dos demais, e esse toque de mistério que você comentou chamou a minha atenção, já que sou apreciadora desse tema.
    Vou arriscar com mais esse livro do Sparks, espero gostar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  29. Oi... Adorei a resenha, gosto dos Romances de Nicholas Sparks, costumam emocionar bastante.
    Beijos,
    Karol
    Letras & Versos
    http://anna-gabby.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Como todos os livro do Nicholas, esse também deve ser maravilhoso. Ótima resenha.
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!