{Resenha} O Falso Príncipe

O Falso Príncipe
Trilogia do Reino - Livro #1
Título Original: The False Prince
Autor(a): Jeniffer A. Nielsen
Editora:  Verus      Páginas: 295
Lançamento: 2012      ISBN: 9788576861997

Em uma terra muito distante, a guerra civil é iminente. Para unificar o reino, um nobre chamado Conner trama um plano ousado, procurando por um garoto que se passe pelo filho há muito desaparecido do rei e assuma o trono. Quatro órfãos são forçados a competir pelo papel, entre eles o rebelde e esperto Sage. O garoto sabe que os motivos de Conner são mais do que questionáveis e que sua vida está por um fio – se ele não for escolhido como príncipe na farsa, será morto. Seus rivais têm suas próprias táticas para vencer, e Sage não pode confiar em ninguém. Depois que Sage se muda do orfanato miserável onde vivia para o suntuoso palácio de Conner, os planos de seu novo mestre vão ficando mais e mais claros, até que finalmente a terrível verdade é revelada, provando-se muito mais perigosa do que qualquer mentira na qual ele já acreditou.

Comecei a ler este livro do nada. Fui dar uma arrumada na estante e por acaso achei ele fora do lugar, entre os livros lidos, aí comecei a ler e só parei quando acabou. Vocês não tem noção do quanto a leitura me capturou, não sei porque não li antes.


O reino de Carthya perdeu seus soberanos, a família real foi assassinada e não sobrou ninguém para ocupar o trono. Os vinte regentes do reino tentam ocultar esta verdade, pois com tal revelação,  a possibilidade de uma guerra civil ocorrer é certa, dividindo assim o país.Um deles poder tentar assumir o trono, mas por não ser um legítimo membro da família real, o reino seria dividido da mesma maneira. Na tentativa de evitar que isso aconteça, Conner, um dos regentes, resolve por em prática um plano mirabolante, se der certo, ele manterá a paz, se der errado, seu destino será a forca, por alta traição. 

O plano de Conner consiste em colocar no trono o príncipe Jaron, o caçula da família real, dado como desaparecido há quatro anos, depois de um ataque de piratas. Como seu corpo nunca foi encontrado, o regente quer aproveitar- se deste fato, alegando que o menino ainda está vivo e ele o encontrou. Conner visita vários orfanatos, e recruta quatro garotos, muito parecidos com Jaron, para desempenhar este papel. Durante duas semanas, ele irá treinar os meninos, para que entre eles, escolha o seu Falso Príncipe.

Narrado em primeira por um dos garotos, Sage, vemos através de seu olhar a descoberta do plano de Conner e o que o levou a tomar uma medida tão extrema. O começo é obscuro, uma sucessão de fatos nos são apresentados, mas sem muita explicação, percebemos que eles estão ligados, mas o elo não é muito bem explicado, no entanto quando isso acontece, vemos claramente o que está por vir, e para o leitor, fica a missão de acompanhar o andamento do plano de Conner, durante estas duas semanas. E daí em diante podemos imaginar muita coisa.

Deixo claro que os meninos não foram levados por vontade própria, eles são conduzidos ás cegas e quando a verdade é revelada, não lhes resta opção. Na verdade podem partir, mas como sabem um grande segredo, eles não vão muito longe. Para os que ficarem, não há muita diferença no destino final, já que os que não forem escolhidos, também não podem viver, para não contar o segredo. O que acontece é que eles ficam totalmente sem saída, Conner, nem de longe é um cara bonzinho, mesmo com toda sua conversa de salvar o país e ser patriota, ele é impiedoso, capaz de fazer qualquer coisa para levar seu plano adiante. Como ele mesmo diz, até vender sua alma.

Mesmo com a previsibilidade do rumo da história (era o que eu acreditava neste momento da leitura), é gostoso acompanhar o desenrolar dos fatos. Com um clima que mistura A Seleção, devido a disputa por um trono, e Jogos Vorazes, pois só um vencerá e a vitória significa a própria sobrevivência, vamos nos envolvendo mais e mais nesta história. Não é uma distopia, a comparação com os outros livros é devido a sensação e clima que vivemos durante o treinamento dos meninos. Eles não podem se amigos, por mais que desejem, pois sabem que a vida de um depende do fracasso do outro, então é cada um por si. A narrativa da autora é muito dinâmica, a leitura flui super bem, rica em detalhes, nos mostra não só um cenário fascinante, mas também nos permite sentir a crise política que Carthya vive, bem como o sentimento de cada personagem ligado a esta trama.

Falando em personagens, estes são muito bem construídos, seus perfis são bem delineados, e o caráter de cada um nos é apresentado com maestria. O destaque fica para Sage, nosso narrador-protagonista, que me fez dar boas gargalhadas, com sua irreverência e falta de bom senso. Ele é teimoso, metido a valentão, o que sempre acaba lhe colocando em grandes confusões, como uma temporada em um calabouço, a queda de uma égua selvagem e até ser atacado à facadas. Mas não pensem que ele fica quieto, Sage desafia qualquer pessoa, e não podemos negar que ele é inteligente em sua teorias, é exatamente este o problema dele, sua inteligência permite ver claramente a verdade, e em uma época conturbada como aquela, a verdade não é a melhor solução.  Ele é honrado, irônico, debochado,  mas de uma nobreza sem igual, nos dá ótimos momentos a cada nova aparição e nos surpreende, positivamente, com sua audácia, o que, no entanto, não acontece com as vítimas de sua língua afiada.

Voltando ao parênteses que fiz lá atrás, eu disse que achava que era uma história previsível, até mesmo pelo nome do livro que entrega o enredo, mas eu estava muito enganada. Não é a escolha do falso príncipe que fecha o livro, acontece algo depois da página 200, que me fez ficar de queixo caído. A autora soube muito bem nos conduzir pelo caminho que ela quis que acreditássemos ser o foco de tudo, para em certo momento, nos dar aquela sacudida e revelar algo muito espantoso. Nesta hora, tudo o que foi lido, passa na nossa mente, e vemos por outra perspectiva. Eu não acreditava, ficava pensando, como não tinha percebido antes. O segredo deste livro, está neste elemento surpresa, não que ele não seja bom antes disso, toda a leitura é ótima, mas ao nos apresentar uma nova visão de tudo, Jennifer Nielsen conseguiu fazer seu livro ser único.

O livro é uma trilogia, mas o final deste é fechado. Nossas perguntas são respondidas e os vilões são capturados. Fica o gancho para o próximo, pois mesmo que a justiça tenha sido feita, a situação atual, trará consequências. Um livro sem nada de sobrenatural, mas mesmo assim fantástico, que traz em sua páginas pessoas de carne osso, muito humanas, que lutam por seus ideais e por sua sobrevivência. Honra, dignidade e caráter, permeiam cada linha desta história. E muita aventura é claro.




2leep.com

19 comentários:

  1. Oi Cida,
    nossa estou fugindo de séries, mas já que esse tem final já me agrada um pouco. Não conhecia o livro, mas gostei da indicação.

    Bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Tenho ouvido falar tão bem desse livro, cada vez me dá mais vontade de lê-lo! ^^

    Beijos

    http://kastmaker.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Bela resenha.
    Eu já não curto muito trilogias sabe??
    ;D

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, tudo bem flor?
    Adorei a sua resenha, e acho que quando nos encontramos por acaso com uma leitura espetacular é maravilhoso. O enredo desse livro me lembrou uma série de filmes. Desde Anastácia, a o homem da mascara de ferro. fiquei curiosa e vou procurar por esse livro.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  5. Eu nem sabia que esse livro pertencia a uma série. Séries são boas, mas demais como têm sido lançadas, cansa. Nem sempre a gente tem condições de ler a série toda. Quanto a sua resenha, ela me deixou com vontade de ler o livro, mas só farei isso mais para o final do ano.

    ResponderExcluir
  6. Gostei bastante da premissa, me lembra um pouquinho Pilares da Terra nessa coisa toda pelo trono. Jurava que era Fantasia Épica ao começar a ler sua resenha, porque tem todo o jeito! ahahah

    ResponderExcluir
  7. Cida!
    Gostei do estilo dese livro!
    vou tentar ler
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias
    Livroterapias

    ResponderExcluir
  8. Vi algumas resenhas super positivas sobre esse livro e com certeza eu vou lê-lo assim que possível.
    A minha única ressalva é que acho que vou ir com muita cede ao pote sabe?
    Você acha que isso ´pode atrapalhar a leitura?

    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
  9. Fiquei muito curiosa pra ler esse livro, adorei sua resenha!

    Beijos,
    biblioteca-de-resenhas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida;
    Nossa, to de boca aberta com essa resenha. Quero muito ler este livro.
    Adoro historias que nos surpreendem de diversas maneiras, e essa mistura de "A Seleção" com "Jogos Vorazes" rsrss Pelo que parece deu super certo.
    Realmente fiquei tentadíssima pra ler o livro.

    Parabéns pela bela resenha!

    Beijos
    Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  11. nossa vc caprichou hein hsuhsusahu deus quase comprando já o livro menina

    ResponderExcluir
  12. Não conhecia o livro,
    amo séries, sagas, trilogias, tudo que consiga
    prolongar um pouco mais um boa estória,
    essa parece ser uma boa estória, estou curiosa para lê-la.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida.
    Sua resenha sempre me instigando a comprar o livro rs
    Creio que histórias assim às vezes nos ganham pela construção dos personagens e até do protagonista. Não goste do fato de ser uma mistura de A Seleção com JV rsrsrs não sou fã de distópicos. Mas curti muito a resenha e a ideia do livro também. Já vai pra lista (gorda) de futuras leituras.
    Beijos
    http://descobrindolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Fiquei curiosa pra saber o que acontece de fazer o queixo cair rs
    Tenho muita vontade de ler esse livro, mas por enquanto não está na lista de prioridades.

    Bjs,
    Kel
    www.itcultura.com.br

    ResponderExcluir
  15. Não conhecia
    Mas fiquei bastante curiosa com a resenha
    Deu vontade de ler

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. Gostei de saber sobre esse livro, pois não conhecia essa obra!
    Acho bem legal quando eles fecham a trama do primeiro livro, mesmo sendo uma trilogia. Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
  17. Olá Cida,

    Esse livro esta na minha lista de desejados, agora com a sua resenha a minha curiosidade aumentou ainda mais....parabéns....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Cida,
    Mais um livro que eu não conhecia, mas gostei da proposta dele, então assim que possível vou tentar lê-lo.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. Ai ai, o que acontecerá depois da página 200???
    Agora só lendo pra saber. Cida, sua danada, me convenceu!
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!