{Resenha} O Aprendiz do Ladrão de Túmulos

O Aprendiz do Ladrão de Túmulos
Título Original: The Grave Robber's Apprentice
Autor(a): Allan Stratton
Editora:  Planeta      Páginas: 304
Lançamento: 2013      ISBN: 9788542200775
Compare & Compre   Skoob 


Neste livro, os leitores serão convidados a viver uma grande e divertida aventura, mergulhando nas profundezas da grande floresta, descendo uma montanha em alta velocidade a bordo de um caixão e caminhando pelas passagens secretas do palácio do arquiduque. O universo de O aprendiz de ladrão de túmulos, do premiado escritor canadense Allan Stratton, é habituado por bandoleiros, eremitas e ursos bailarinos; e por um garoto separado de sua família pelo mar. Nesse mundo, nada é impossível: com um pouco de sorte e muita imaginação – até para um aprendiz de ladrão de túmulos
O que me fez querer ler este livro não foi o desejo de conhecer o autor, nem porque eu havia visto algo sobre ele. Na verdade, a primeira vez que ouvir falar tanto do livro, quanto do autor, foi quando vi os lançamentos da Editora Planeta do mês. Logo que li o título do livro, imaginei uma história bem bizarra e cheia de aventuras, então eu soube que precisava ler.

O livro inicia com um clima mórbido, um velho rabugento e bem repugnante, que tem como ofício o roubo de túmulos, e no momento está fazendo exatamente isso, roubando dos mortos. Ele dá uma pausa, e olha para a praia, interessado nos restos de navios que as ondas costumam trazer. Eis que, entre conchas, areia, escombros e mariscos, há um baú, decorado com jóias e um brasão, que logo chama a atenção do velho ladrão.

Dentro do baú, o ladrão, que chama-se Knobbe, encontra uma criança, que além do baú e de um cobertor, traz consigo apenas um símbolo de uma águia marcado em seu ombro. O velho, deixa o pequeno na areia e parte levando seu achado, mas logo adiante, seja por necessidade de não viver mais solitário, ou por sua consciência, se é que ele tinha alguma, ela decide criar o bebê. Assim Knobbe pega o menino, lhe dá o nome de João e o cria como seu filho. O menino cresce, entre cemitérios e corpos, e teme o dia que substituirá o pai neste trabalho vil e incomum. Buscando escapar deste cenário, João foge e acaba conhecendo Ângela, a pequena condessa.

Nossa condessinha, é uma amante das artes, seu maior sonho é montar um teatro de marionetes e fazer sucesso pelas cortes da Europa, mas o arquiduque deseja tomá-la como esposa, e tirano como só ele sabe ser, uma recusa ao seu pedido, condenará a jovem e sua família à morte. Também em busca de uma fuga desta vida, ela encontra o aprendiz de ladrão de túmulos, e ambos decidem partir em busca da solução de seus problemas.

Assim, quando os jovens passam a ajudar um ao outro, a história ganha o clima de pura aventura. João, vê no ato de salvar a vida de Ângela, a chance de afastar-se do trabalho do pai. Ela na verdade, antes de aceitar a ajuda do menino, tenta uma solução bem estilo Romeu e Julieta para se livrar do casamento, mas é traída pelo terrível Necromante, que revela seu plano para o arquiduque. Este ser, que não é nem vivo, nem morto, se utiliza de uma série de truques para ludibriar o soberano, ganhando assim muito poder e distinção. Ele será o responsável pela perseguição implacável à condessa e seu amigo.

Voltando a nossa dupla, sua trajetória nesta história, é deliciosa. Enquanto eles fogem do arquiduque e do Necromante, formam um sincero laço de amizade. Ambos tem personalidades bem diferentes, mas aprendem a conviver um com o outro. Ângela, que é um pouco arrogante no começo, aprende o valor da humildade, já João que é bem medroso, aprende com a menina a enfrentar seus medos e os desafios que a vida lhe dá. São personagens bem construídos, além de divertidos, que crescem no decorrer do livro, nos dando ótimos momentos de entretenimento.

" - Se acontecer alguma coisa comigo, quero que saiba que você é meu melhor amigo para sempre. Na verdade, você é meu único amigo - confessou Ângela com a voz baixinha.
- Você também - correspondeu João, e abraçou-a forte. - Mas não vai acontecer nada com você, prometo.
- Estamos juntos nessa, amigos até o fim - sussurrou ele nos ouvidos dela.
- Sim- sussurrou ela de volta- , amigos até o fim."

O cenário é a época medieval, com castelos, nobres, muitos vestidos e calabouços. Existe até traição na família real, o que é um ponto que agrega mais emoção a trama. Ângela e João, vão, ao longo do caminho fazendo muitas descobertas, inclusive ele descobre sua verdadeira origem. Eles conquistam também muitos aliados, como um bando de saltimbancos-artistas, Pedro, o Eremita e seus companheiros e até mesmo uma trupe de um circo italiano. Cada um destes personagens, vai protagonizar cenas marcantes e no final, ajudam a concluir com êxito esta história.

" Eu também gostaria de demonstrar minha gratidão - pediu João. - Mas não tenho nada para dar em troca.
Lembre -se de mim - pediu Tomas - Não há melhor recompensa que essa."

É um livro com todo o clima de contos de fadas, uma história que mesmo com tantos elementos não torna-se confusa, nem deixa pontas soltas. Tem alguns mistérios, mas que são logo revelados, sem nenhuma enrolação. O enredo é bem amarrado, prende e a leitura flui muito bem. O ritmo é rápido, mas nem por isso superficial. Eu li em poucas horas, e fiquei com pena de me despedir deste personagens tão fofos. Desta vez não houve um personagem que eu não tenha gostado, até mesmo do velho Knobbe, eu gostei. Ele aprende uma lição, e nos emociona ao pedir perdão ao filho por não ter sido um pai exemplar, e João, com seu grande coração, só pede ao pai, que sempre esteja ao seu lado e que acredita que ele tentou fazer o melhor.

Não posso deixar de dizer que fiquei feliz em termos poucas cenas entre os túmulos, pois esta foi a única parte que não gostei, bem descritas demais, fizeram meu estômago dar algumas reviravoltas, ao mostrar muito bem como os corpos ficavam após alguns dias debaixo da terra.

Na orelha do livro, temos o perfil do autor, e ao ler mais sobre ele, percebi que nesta história, existe uma homenagem à duas de suas paixões, o teatro e os contos de fadas. Na pele de Ângela, ele mostra seu respeito e admiração pela arte da encenação, também sua fonte inspiradora.

O clima bizarro que eu queria existe, o personagem Necromante representa bem isso, mas encontrei muito mais no livro. Foi uma leitura encantadora, com muita aventura e magia. Onde o valor da honra, amizade e lealdade é ressaltado a cada capítulo. Uma história que nos inspira à acreditar e lutar por justiça e por nossos sonhos.


2leep.com

36 comentários:

  1. Não conhecia o livro,
    Mas a estória é cativante.. Parabéns pela resenha, muito clara e objetiva. A principio, lendo o título e olhando a capa também imaginei que a estória seria apenas bizarra. Mas sua resenha mostrou que há muito mais nessas páginas.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida!
    Não conhecia esse livro, mas eu também compraria pelo título, só ele já é bem instigante.
    Gostei da sua resenha e da história, quero ler também!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  3. Oie Cida =D

    Em primeiro lugar tenho que confessar que fiquei alguns minutos babando na capa desse livro rs... Linda *-*

    Gosto muito de histórias nesse estilo conto de fadas mais sombrio, mas que não chegam a assustar muito =P

    Mais uma para minha pequena wishlist!

    Adorei a resenha!

    Beijos e uma ótima semana;***

    anereis.
    mydearlibrary | bookreviews • music • culture
    @mydearlibrary

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem uma capa linda mesmo Ane, que mostra bem um dos cenários da história.

      Excluir
  4. Nossa, não conhecia o livro e fiquei maravilhada com a sua resenha. Logicamente que irei procurar o livro para ler, pois fiquei muito curiosa.

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida!
    Adoro livros com castelos e aventuras medievais, e acho que vou amar este!
    Beijo,
    Vinícius - Livros & Rabiscos

    ResponderExcluir
  6. Mais um livro que não conhecia e com certeza vou dar aquela chance enorme!!!
    A premissa parece ser ótima e sua resenha me deixou com aquela vontade enorme de ler =)


    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
  7. Pelo que percebo em suas resenha esse gênero de aventura é bem do seu agrado, eu gosto, mas sou louca por romances srsrs
    Esse livro parece ser muito agradável, parabéns pela resenha.

    Beijos
    Rafa
    Blog Melody
    http://rafaacarvalho.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafa! Eu leio de tudo, mas realmente prefiro livros de aventura.

      Excluir
  8. Oie Cida =)
    Ameii essa capa e o que falou sobre o livro, aaah eu quero para mim!
    Amo livros assim, que nos envolve e faz com que interagimos com ele, além de ter muitas fantasia e magia como falou ^^
    precisamos nos encontrar, menina! rs

    Beliscões carinhosos da Máh-
    Felicidades nos Livros
    Coisas que me Acontecem

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está complicado esse nosso encontro. Ms vai sair com certeza.

      Excluir
  9. não conhecia o livro. gostei olha, parece ser bem diferente do que eu costumo ler :)

    ResponderExcluir
  10. Oi Cida,
    Gostei de cara da capa e depois o título despertou minha curiosidade;
    Achei interessante o enredo e fiquei com vontade de lê-lo.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Nunca tinha ouvido falar, mais me parece ser interessante.
    Talvez no futuro quem sabe eu leia haha
    Beijos
    http://souseuastral.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida,
    Não conhecia o livro mas achei bem legal, ainda mais por ter o cenário do período medieval. Essas histórias infanto-juvenis são ótimas. Adorei!!!
    bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Oi Cida, tudo bem?
    Se eu não me engano, há algumas horas atrás, vi que você marcou ele como lido e JÁ resenhou ahhahha Moça, você é rápida demais.
    Gostei da ideia do livro e como você sabe porque falamos sobre isso, eu amo livros repletos de magia *-*
    Beijos
    http://descobrindolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi esse não Lucas, na verdade foi um outro que você também vai amar. Temos o gosto bem parecido, e deixo esta dica para você.

      Excluir
  14. Oi Diva! (desculpe se tiver enviado dois comentários, é que não sei se o primeiro que fiz foi...)
    Eu simplesmente AMEI a resenha!
    Estou encantada com esse livro! Ele parece ser o tipo de livro que eu caiu de amores e sofro quando acaba rsrs
    Me lembrou bastante o livro "Ladrão de Olhos" (que eu amei do começo ao fim)
    Com certeza vou acabar comprando antes do fim do ano e a culpa vai ser toda sua viu??? ^^

    Tem resenha nova lá no blog, quer ler?
    Desde já obrigada!

    Fallen In Me
    - PatyScarcella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ganhei Ladrão de Olhos e ainda não li, mas se lembrou você, acho que viu amar.

      Excluir
  15. Confesso que antes mesmo de ler a sua resenha, a capa e o nome do livro já me conquistaram haha, agora, depois de ler a sua resenha, percebi que preciso ler este livro haha.
    Beijos

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Oi Cida,
    O livro parece ter um enredo bem legal e repleto de aventuras!! A trama me lembrou um pouquinho o livro "o atlas esmeralda".
    Parabéns pela resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa
    http://www.facebook.com/BlogEscutaEssa
    @blogescutaessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais uma indicação, eu tenho O Atlas, comprei na bienal. Vou ler em breve então.

      Excluir
  17. Oie,
    nossa eu não conhecia o livro, e sinceramente a capa não me chamou atenção, mas pelo que você escreveu parece ser bem gostoso de ler.

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  18. Que enredo interessante, eu ainda não conhecia o livro e fiquei bem curiosa pela história.
    Dica anotada.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  19. Oi Cida!
    Não conhecia o livro, e apesar de não fazer meu gênero literário, acho que iria gosta por ter alguns aspectos que aprecio, como aventura e época medieval.
    ótima resenha
    Beijos
    Amanda
    leturahot.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Oi, Cida!
    Eu não conhecia o livro e a capa é estranha. Apesar da resenha positiva e das cinco estrelas, não fiquei com vontade de lê-lo. :s

    Gislaine Alves
    atualizado, comenta?
    Jeito Inédito

    ResponderExcluir
  21. Pela leitura que já fiz de algumas de suas resenhas sei que gosta de coisas bizarras rsrs Eu também gosto, mas não tenho muitos livros assim, o que mais tenho são filmes ^^ Gosto de histórias que passam em cenários antigos... Parece uma boa leitura... Mesmo que os túmulos sejam muito bem descritos! rs
    Letras & Versos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Anna, gosto bastante, mas eu leio de tudo. Na próxima semana vou trazer livros diferentes.

      Excluir
  22. Oi Cida! Não conhecia o livro, mas fiquei muita interessada nele, adoro livros com esse gênero, me cativa, haha!

    Beijos

    ResponderExcluir
  23. Oi, Cida!
    Eu quero esse livro!!!
    Adoro aventuras e me entrego fácil a esse tipo de leitura.
    Como assim eu nunca tinha ouvido falar desse autor até hoje?
    Li cada palavras da sua resenha e desejando a todo estante ter o livro nas mãos.
    Que bom que você gostou da história, é uma delícia quando um livro cumpre todas as nossas expectativas e muito mais, né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não conhecia o autor também Dé e agora quero poder ler mais livros dele, gostei da maneira que ele escreve.

      Excluir
  24. Confesso que não conhecia o livro, espero poder lê-lo um dia.
    Adorei sua resenha, como sempre arrasando!!



    Blog: clicandolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  25. Já me ganhou!
    Por isso gosto tanto de livros de época... Os valores, os princípios, honra e justiça estão sempre presentes e isso me encanta tanto...
    Vou dizer que de início não gostei muito do nome do livro, mas sua resenha me cativou e me fez querer ler e muito este livro ;)

    Beijos
    Pri
    Baú de Histórias

    ResponderExcluir
  26. Oi Cida;
    Nossa não conhecia esse livro.
    Mas as suas resenhas sempre me cativam quanto a um livro e eu também gosto dessa coisa de época.
    Me seduz. rsrss
    Vou por na minha listinha.

    Beijokass
    Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  27. Oi Cida!
    Que delícia de resenha! Mesmo não sendo meu gênero literário favorito, fiquei com imensa vontade de ler. E acho que a Sá irar curtir também. Não faz parte de série? Melhor ainda!
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  28. Que lindo!!
    Adorei a estória! Só tinha visto o título do livro, mas fazia um bom tempo que eu queria ler a resenha. Vou colocar na minha fila de leituras!!

    Beijusss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    http://universo-invisivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!