{Resenha} Não Diga Uma Palavra

Não Diga Uma Palavra
Título Original: Don't Breathe a Word
Autor(a): Jennifer McMahon
Editora:  Jangada      Páginas: 408
Lançamento: 2013      ISBN: 9788564850248 


 Em uma agradável noite de verão em Vermont, Lisa, uma menina de 12 anos de idade, vai até o bosque atrás de sua casa e nunca mais volta de lá. Antes de desaparecer, ela conta ao seu irmão mais novo, Sam, sobre uma passagem que dá para um lugar mágico, onde irá se encontrar com o Rei das Fadas e tornar-se a sua rainha. Quinze anos depois, Phoebe está apaixonada por Sam, um homem prático e ajuizado que não teme o escuro, nem tem pesadelos - o que, na verdade, ajuda Phoebe a ignorar os dela. Mas, de repente, o casal se depara com uma série de estranhas e inexplicáveis ocorrências que desafiam a visão de mundo sensata e pragmática de Sam. À medida que são levados a questionar a própria realidade, uma terrível promessa feita por Sam anos antes é revelada - uma promessa que pode destruir a todos eles.
Tudo neste livro gira em torno da crença de  uma menina no mundo das fadas, até o dia que esta menina despareceu e ninguém nunca soube se foram fadas ou humanos. Um história com um grande clima de mistério, foi uma leitura de fases, pois em cada parte do livro, sentimentos diferentes me dominaram.

Logo no começo, conhecemos Phoebe, uma jovem que abandonou o lar para tentar construir uma vida longe de sua mãe bêbada e das sombras que ela via desde criança. Ela tem uma vida meio sem regras, incluindo ser amante de um homem casado. Em sua trajetória toma conhecimento do desaparecimento de uma menina, Lisa, que segundo boatos foi levada por fadas, um acontecimento que logo fica esquecido. Quinze anos mais tarde, Phoebe vê-se namorando com Sam, que para sua surpresa é irmão daquela jovem desaparecida anos atrás, e desta vez ela mergulha literalmente nesta história, percebendo que suas visões, podem estar ligadas a este desaparecimento.

Narrado em terceira pessoa, este livro traz capítulos alternados entre presente, com Phoebe e passado, com Lisa. Vamos assim tomando conhecimento das consequências do desaparecimento de Lisa e dos fatos que antecederam este acontecimento. Um clima de mistério nos acompanha durante a leitura, pois não é certo que foram fadas mesmo, conforme vamos seguindo Phoebe e Sam em uma investigação, nos questionamos até onde existe realidade e fantasia em tudo isso. No passado, a fé de Lisa em seres mágicos, dá a impressão que o mundo das fadas é real, em especial pela sequencia de fatos que ela vive, mas é no presente, agora com a história vivida por adultos, que  isso é contestado. 

O que achei curioso na narrativa é que mesmo sendo em terceira pessoa, ela fica tão presa à Phoebe e Lisa, que acabamos tendo somente a visão das duas, dando a sensação de uma narração em primeira pessoa. O que os outros personagens pensaram e sentiram, não fica muito claro.

O livro nos confunde, não temos certeza se vamos encontrar um universo sobrenatural, ou apenas um mundo real visto pelos olhos de alguém com muita imaginação. O cenário é sombrio e por vezes macabro. O enredo tem ainda uma forte linha psicológica, pois os personagens são bem problemáticos, cheios de traumas e com um histórico familiar muito dramático. Existem segredos de família muito bem guardados, que conforme a investigação se aprofunda, vão sendo todos revelados. Muitas mentiras, tidas como verdades absolutas são derrubadas e as pessoas vão perdendo a fé naqueles que mais confiaram durante toda uma vida. Tem uma pitada de loucura, sim, alguns personagens beiram a insanidade, e cometem atos horrendos.

O começo me prendeu muito, foi a primeira fase da leitura,  eu queria saber a verdade, saber o que realmente havia acontecido com a jovem Lisa, percebemos que aqueles que estavam próximos à ela, nunca disseram tudo o que sabiam, principalmente seu irmão, que é uma cara muito calado, frio, que sabe disfarçar bem seus sentimentos.

Não gostei de Sam, ele tratava à todos com muita arrogância, e Phoebe que era sua namorada, com um frieza e indiferença extremas. A coitada era toda apaixonada e devotada, e não recebia nada em troca. Certas horas ele até parecia estar preocupado com ela, mas não convencia que a amava. Phoebe é uma pessoa boa, meio sem rumo na vida, mas que preocupava-se muito com todos, solidária com cada um que ela achava que precisava de ajuda, ela era muito generosa, e colocava suas necessidades de lado por um bem maior. Gostei de Phoebe e senti pena dela muitas vezes, pois ela merecia muito mais amor e dedicação.

Conforme avancei na leitura, certo receio tomou conta de mim, então entrei na fase dois, a de achar que ou o desfecho seria esclarecedor e conciso, ou seria algo que não me agradaria, pois muitas questões foram surgindo e poucas ou nenhuma resposta as acompanharam. Fiquei com medo de um final corrido, mas não foi isso o que aconteceu, as explicações foram apresentadas, mas não achei convincentes, não pelo clima sobrenatural e fantasioso que a autora criou, pelo contrário, foi por ela dar um desfecho que colocou por terra todo o cenário criado. Criamos expectativas, e do nada algo tão estranho nos é apresentado como sendo a razão de tudo, que aquele clima anterior se desfez. Ficou sem sentido, pelo menos pra mim.

Ficaram perguntas no ar, eu ainda não sei de Lisa e Phoebe eram moças perturbadas ou viam além do que pessoas comuns conseguiam ver. Foi um livro que me prendeu bem, mas que depois não me deixou satisfeita com o desfecho, fiquei com sentimentos bem conflitantes.

Se você procura um thriller psicológico, com uma pitada de sobrenatural, este é um livro para você, porém deixe a mente bem aberta para um final diferente e inesperado. 





2leep.com

26 comentários:

  1. Oiie, nossa nem imaginava que um livro com uma capa tão feia assim pudesse conter uma história sobre fadas e mistérios.
    Por ser um Thriller psicológico, eu não gosto muito desse gênero, não sei se leria.
    Beijos
    Raíssa Lis
    Flor de Lis - http://florderaissalis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    não conhecia esse livro, mas acho que definitivamente não leria, me pareceu ser uma leitura um pouco pesada neh?

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  3. Eu não gosto muito de livros assim, eu adoro fantasia, sobrenatural, mas sei lá, prefiro história que deixe explicito desde o começo que estamos numa mundo de fantasia, apresentar uma dúvida e depois mudar tudo, não é bem o que mais gosto.

    Bjks

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!

    Fiquei surpresa, pois fiz uma imagem totalmente diferente da história. Pela capa nem dá para perceber que tem um pouco de sobrenatural na história, pensei que fosse só mistério e suspense. Não fiquei curiosa acho que a leitura deve ser um pouco tensa! ;)

    Beijos!

    Rafa {Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A capa engana mesmo, não traz nenhum elemento ligado ao enredo.

      Excluir
  5. Oi Cida!
    Ainda não conhecia esse livro.
    Mas apesar da sua ótima resenha, ele não chama a minha atenção.
    Acho que não o leria.

    BjO
    http://the-sook.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Cida,
    Já tinha visto a capa desse livro mas não sabia do que tratava e a premissa é muito boa. Fiquei com um pé atrás depois da sua resenha porque esses finais que não gostamos não são nada legais. Nos decepcionam, né?
    Bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Criei certas expectativas e achei que o final fugiu muito, então não foi muito legal.Mas também conta muito o que cada um espera.

      Excluir
  7. Oi Cida!
    Eu adoro livros sobrenaturais, mas não sei se leria esse, pois você disse que ficou muita coisa sem explicação... Será que é trilogia?
    A capa não parece ter nada a ver com a história, acho tão estranha!

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
  8. Oi Cida!
    Não conhecia o livro e não fiquei interessado.
    A sinopse não me agradou e eu acredito que não gostaria.
    Mas curti (como sempre) sua resenha. Bom saber sua opinião. (:
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.com

    ResponderExcluir
  9. Cida
    Não conhecia esse livro!
    Parece ser interessante!
    Beijos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi, querida.

    Que livro mais complexo! Não sou muito fã de thrillers psicológicos. A sua resenha ficou muito boa, com detalhes sobre a narração e os personagens, mas alguma coisa nessa história não me atraiu tanto a ponto de me fazer querer lê-la.

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
  11. Não conhecia o livro,
    fiquei um pouco intrigada com o enredo, não sei se gostaria de ler, mas fiquei curiosa.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Cida! Acho essa capa feia, e é a introdução para alguém se interessar ou não pelo livro. Não tenho vontade alguma de ler a obra, não me desperta interesse, sabe.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  13. Não me interessei muito por esse livro, não sei se leria.
    Ah, tô seguindo você.

    Um beijo, Karine Braschi.
    http://geekdebatom.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Oi Cida!
    Achei essa capa horrível, mas curti a sinopse e acho que leria o livro.
    Uma pena vc não ter curtido tanto a leitura =/ Mas mesmo assim eu adorei a resenha! Super sincera, parabéns!
    Beijos
    http://coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Pela capa eu diria: Não vou ler.
    Pela sua resenha: Eu posso ler.
    Só que essas três estrelas acabam desanimando qualquer um rsrs mas ainda sim vou querer dar uma chance. Beijos Cida !
    Blog atualizado > descobrindolivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Dá raiva, ódio, quando um autor ou autora faz isso com o final, cria todo um espaço e depois embaralha (e porque não usar o verbo destruir?) todo o caminho que foi percorrido pelo leitor, deixando-o frustrado.

    Beijos, adorei sua resenha.
    clicandolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  17. Oi, Cida!
    Parece ser um livro para manter a mente aberta mesmo, pra deixar qualquer um intrigado.

    Beijos,
    Bianca - www.epilogosefinais.com

    ResponderExcluir
  18. eu achei a capa desse livro bem feinha
    sem contar que a história não me chamou muito a atenção sabe

    ResponderExcluir
  19. Hum, fiquei na dúvida se vc gostou do livro ou não =\
    Eu não sei bem se leria, pois livros que nos deixam com esse sentimento conflitante, não são muito minha praia.
    Adoro um sobrenatural, mas sei lá, acho que não leria esse.
    Beijos, bom feriado =*

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  20. interessante esse livro,mas na sua maioria as resenhas são negativas.Mas vou le-lo pra tirar minha própria opnião.
    beijo

    http://melanciapink.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Oi Cida (:
    Pela capa e sinopse não seria um livro que despertaria minha curiosidade e vontade de ler logo, mas sua resenha me faz repensar em dar uma chance para a história, mas não como uma leitura imediata.
    Parabéns pela ótima resenha.

    Beeijão!
    literarioecultural.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  22. Oi Cida!
    A sinopse desse livro me deixou bem intrigada em saber se a resposta para o sumiço da menina seria sobrenatural ou não, agora fiquei curiosa pra saber qual foi a sua expectativa de final que não concretizou-se... só lendo pra saber, não é? Ótima resenha amiga!
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  23. Já li resenhas e comentários diversos e vejo uma confusão de sensações que o livro tem causado. Espero ter a oportunidade de ler e tirar minhas próprias conclusões; gostei muito da resenha.

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!