Biblioteca Louis Braille

Olá!!
Esta semana, vi uma matéria sobre uma biblioteca, muito interessante, então procurei mais informações sobre o assunto, para poder trazer para vocês.
Esta biblioteca é para deficientes visuais, achei um trabalho muito importante, já que ler é algo tão maravilhoso, e possibilitar a estas pessoas uma oportunidade como esta é algo que merece ser mostrado.

A Bilblioteca Louis Braille, idealizada por Dorina Gouvêa Nowill, foi criada para atender à necessidade de se transcrever, para o sistema Braille, os livros de histórias infantis que compunham o acervo da Biblioteca Infanto-Juvenil Monteiro Lobato. Inaugurada oficialmente em 29 de abril de 1947, graças ao empenho de Lenyra Fraccarolli, , a Biblioteca Braille ofereceu uma oportunidade às crianças cegas, pela primeira vez, de conhecer uma biblioteca. Em 1986, a Biblioteca Braille foi transferida para o Centro Cultural São Paulo, como uma das Coleções Especiais da Divisão de Bibliotecas.
À medida que as necessidades do público infantil cresceram, a Biblioteca também foi ampliando, seus serviços, passando a transcrever, para o sistema Braille, obras didáticas para que o estudante portador de deficiência visual pudesse acompanhar os currículos escolares. Paralelamente, foram transcritos livros de literatura para atender à solicitação de adultos que passaram a freqüentar o local em busca de conhecimento, de convívio social e de interação com outros usuários.
O acervo dos livros em Braille abrange tanto obras de referência como de ficção, literatura brasileira e portuguesa, literatura infantil, além de periódicos nacionais, colocando à disposição do portador de deficiência visual material específico para leitura tátil. Dando suporte a esta coleção, existem os setores de informática e processamento técnico em Braille. A Biblioteca também dispõe de uma Audioteca - coleção de livros e periódicos falados -, gravados em estúdio do Centro Cultural São Paulo.
Por ser um local onde se acumulam experiências relativas à problemática da cegueira, a Biblioteca Braille é constantemente procurada por profissionais das áreas de Biblioteconomia, Educação e Saúde. Além de acompanhamento individualizado, com orientação de funcionários no momento da consulta, a biblioteca trabalha também com remessa postal, ampliando o seu atendimento a todo o país. Para o desenvolvimento destas atividades e dos serviços prestados à comunidade portadora de deficiência visual, a biblioteca conta com a colaboração de voluntários, e do apoio da Sociedade Amigos da  Biblioteca Braille.

Acesso à internet
"Mais possibilidades de estar em contato com o mundo"
O acesso aos meios de comunicação é um dos muitos obstáculos que os portadores de deficiência visual precisam vencer em seu dia-a-dia. Atividades cotidianas como ler um livro ou acessar a internet tornam-se uma barreira para essas pessoas no sentido de obter informações e adquirir cada vez mais independência. A Biblioteca Louis Braille fornece alguns equipamentos e programas que facilitam esse acesso.
O Telecentro da Braille é muito utilizado por jovens em busca de empregos: a maioria dos deficientes visuais não possui acesso, não está em condições financeiras nem de comprar computador.
Para o funcionário Ricardo Sigolo, acessar a Internet é mais uma liberdade conquistada pelos cegos. Ele destaca, ainda, que por meio da Internet é possível diminuir a defasagem que há na reprodução em Braille dos lançamentos do mercado editorial, pois é possível conhecer as novidades nos sites das editoras e, ainda, acessar obras que são de domínio público. "Existe um site chamado Ler para Ver, em que a gente baixa as obras já no formato que vai ler com o Virtual Vision, então isso já facilita muito. Você tem uma obra rapidinho na mão, é só baixar e acabou, enquanto aqui teria todo o processo de digitalizar"



Voluntariado
Para ser voluntário da Biblioteca Braille Louis Braille, basta entrar em contato, por telefone ou pessoalmente, com um dos responsáveis pela Biblioteca. Em seguida, agenda-se uma reunião com os interessados para identificar a disponibilidade de cada um e a área em que deseja atuar - encadernação, gravação, transcrição, informática, digitação, entre outras. Com base nessas informações, a equipe avalia os voluntários e os direciona para a área mais adequada.

Serviço Braille
Os empréstimos são feitos pessoalmente pelos os usuários inscritos na biblioteca e por meio de parceria com os Correios, que envia o material solicitado para qualquer cidade do Brasil. Para isso, é necessário que o deficiente visual seja cadastrado na Biblioteca e resida fora da cidade de São Paulo. A solicitação deve ser feita por telefone ou carta. 
Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 19h; sábados e feriados, das 10h às 17h. A entrada de usuários só é permitida até 30 minutos antes do término do expediente.

Informações: 3397-4088 ou pelo email bibliotecaccsp@prefeitura.sp.gov.br
O Centro Cultural São Paulo fica  na Rua Vergueiro, 1000 - Paraíso - CEP 01504-000 - São Paulo - SP
fone: 3397 4002

Espero que tenham gostado.
Beijos!!!
2leep.com

23 comentários:

  1. Oi Cida!
    Não fazia ideia que existia uma biblioteca especializada em Braille, que legal.
    Espero que a iniciativa surja também em outras cidades do Brasil.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, mas mesmo que não surja, eles enviam os livros
      para as pessoas.
      Bjos Sora..

      Excluir
  2. Olá Cida. :)
    Que ótima iniciativa, é uma ideia maravilhosa!
    Eu ainda não conhecia...

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida, muito bom o post.
    Outro dia mesmo estava pensando em como as pessoas com deficiência visual acham os livros. Eu não fazia ideia que existia uma biblioteca em braille, pensava que era dificil arrumar livros assim.
    Adorei o post, muito bom.

    http://lerimaginarcriar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei super legal o envio de livros
      para qualquer lugar.
      Todos merecem ter o prazer de ler.
      Bjos!!!

      Excluir
  4. Oi Cida fiquei emocionada em ler esta matéria..
    ótima oportunidade aos deficientes de lerem seus livros..

    beijos amiga
    e tem resenha no blog
    http://dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi amiga.
      Eu achei legal trazer estas informações, pois quanto mais
      pessoas souberem, melhores serão suas oportunidades.
      Bjos!!

      Excluir
  5. Olá, Cida :)))

    Que trabalho maravilhoso! Não conhecia essa biblioteca, achei simplesmente FANTÁSTICA.... é muito mais que um espaço na cidade, são as portas abertas aos deficientes visuais para que viajem ao mundo dos livros!!! Show, show, show de bola essa atenção dedicada a eles :)


    Eu mesma tive uma experiência dessas com meu livro. Assim que lançou, uma amiga do Skoob o encomendou... e, depois, contou-me que era deficiente visual. Ela tem algum scanner que lhe permite converter e ler o livro, e eu até perguntei se ela não preferiria adquirir o e-book. Ela respondeu: "Obrigada, querida, mas nada substitui o cheirinho de livro novo"

    Nossa......... aquilo me tocou tão profundamente! Uma leitora super especial fazendo um esforço tão grande só para ler minhas palavras, minha história!


    Isso me encheu de ânimo para fazer histórias cada vez melhores e de mais qualidade. Para que, quando pessoas como ela cheguem ao fim de uma leitura, sintam que tenha valido a pena todo o esforço!!


    Um beijo!

    Samanta Holtz
    autora de O Pássaro
    www.samantaholtz.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Sam! Eu não conhecia e fiquei super feliz em tomar conhecimento deste projeto.
      Você pode tomar conhecimento disto, e imagina quantas pessoas não sabem desta biblioteca e estão perdendo uma grande oportunidade.
      Bjos!

      Excluir
  6. Oi Cida!
    Muito bacana a biblioteca mesmo,deveria existir mais assim.
    Bjos Fabi
    http://roubando-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo, mas quem sabem,
      logo teremos o prazer de ver
      o surgimento destes locais.
      Bjos!

      Excluir
  7. Boa noite Cida,

    Eu não conhecia essa biblioteca, fantástica...parabéns pelo excelente post....abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marco, eu tomei conhecimento
      esta semana e achei legal mostrar para as pessoas.
      Obrigada.

      Excluir
  8. Nossaaa... MUITO legal!!!
    Realmente é muito importante esse trabalho!
    Adorei o blog! Tou seguindo!!

    beijinhos

    Lovely Read

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!!
      Obrigada e seja muito bem vinda!!

      Excluir
  9. Oiii Cida...
    Adorei o post. Muito importante o trabalho realizado por esta biblioteca. Eu só fico imagino o tamanho que não deve ser o salão de periódicos deles, pois os livros transcritos para o braille triplicam de tamanho né... Mas é uma bela ação de inclusão social.
    Parabens pelo post.

    Beijoss

    TeLa
    Penseira Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Tela, eu ainda pretendo conhecer o local,
      Acho de extrema importância estes locais.

      Bjos!!

      Excluir
  10. Adorei saber sobre essa biblioteca ^^
    Uma bela ação para Educação. Todos temos o direito e não importa o que temos, temos o direito de aprender.

    Bianca
    http://umuniversofantastico.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Bianca, todos temos direitos iguais e acho que
      todos tem de lutar pelos seus.
      Bjos!!

      Excluir
  11. Oi Cida,
    Já conhecia esse projeto acho super 10.
    Na minah faculdade tem um projeto semelhante, mas que transformar livros "normais" em livro de Brailes que também acho ótimo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Nossa, eu achei muito legal a sua iniciativa que fazer um post falando sobre isso, eu não fazia a menor ideia que existia uma biblioteca para deficientes visuais, eles deviam expandir isso para que todos os deficientes visuais do brasil tivessem a oportunidade de ler! Gostei muito!

    Agente já postou outra resenha lá, quer ler? http://falleninme.blogspot.com/ desde já obrigada!
    - Mica

    ResponderExcluir
  13. Excelente post, eu não fazia ideia da existência dessa biblioteca, de total e extrema importância. Beijos

    leiturasdepaty.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!