{Resenha} A Menina que Fazia Nevar

A Menina que Fazia Nevar
Título Original: The Land of Decoration
Autor(a): Grace McCleen
Editora:  Paralela (Companhia das Letras)      Páginas: 312
Lançamento: 2013       ISBN: 9788565530217
Compare & Compre   Skoob

Todos os dias se parecem na vida que Judith McPherson leva ao lado do pai. Eles têm uma rotina simples e reclusa, numa casa repleta de lembranças da mãe que ela nunca conheceu, e as únicas pessoas com quem convivem são os fiéis da igreja cristã a que pertencem. Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. 

Comecei a ler este livro com um pouco de receio, pois o fato de ser uma obra que traz religião inserida no enredo, me fez pensar que talvez pudesse encontrar aqui uma pregação ou algo do tipo, uma forma de fazer você pensar que se não acreditar em certos fatos, sua vida está perdida e sem salvação. Vejam bem, não gosto de imposições, e acredito que cada um deve seguir o que acredita, o que achar melhor para si. Religião e time de futebol eu não discuto, você faz sua escolha, eu a minha e somos bons amigos. Então fiquei muito feliz, quando comecei a ler o livro e percebi que a religião é parte do cenário, ilustra a história, mas não se impõe ao leitor. 

A Menina que Fazia Nevar nos apresenta a pequena Judith McPherson, uma garotinha de 10 anos, que perdeu a mãe ainda bebê e é criada pelo seu pai, um homem muito reservado e severo. Judith não é muito popular entre as crianças de sua idade, na escola sofre bullying constantemente e acaba sendo uma criança isolada e tímida. Para os outros alunos ela é tida como a garota esquisita, não só por manter-se afastada, mas também devido a vida que leva com seu pai, afinal para eles é pouco comum, uma criança viver de porta em porta pregando religião, juntamente com vários adultos. 

A grande alegria da menina é uma maquete feita de sucata, que ela tem em seu quarto, a sua Terra Gloriosa. Lá, Judith foge do mundo real e cria seu próprio espaço. Olhando poderíamos achar que tudo aquilo não passava de um monte de lixo, mas aos olhos da menina, é o mundo perfeito e segundo ela, como será o local de salvação dos que sobreviverem ao fim dos tempos.
"Há um mundo no meu quarto. É feito das coisas que ninguém quis mais e das coisas que eram da minha mãe, que ela deixou para mim, e passei boa parte da vida fazendo esse mundo"
Um dia Neil Lewis, seu colega de classe, ameaça mergulhar a cabeça dela na privada, e a menina entra em desespero, começa a pensar como seria morrer desta forma e o que aconteceria após sua morte. Como seu pai é de pouca conversa, não a ajuda em nada a superar seu medo, então ela corre para sua maquete em busca de consolo, e imagina que se nevasse muito, ela poderia ficar em casa e não ir à escola, assim ficando livre desta terrível morte. Judith espalha espuma de barbear na maquete, como se fosse neve e para sua surpresa, no dia seguinte, a cidade está coberta por uma forte nevasca.

A fé que fez parte de sua criação se manisfesta em seu coraçãozinho, e Judith acredita ser capaz de fazer milagres. Mas grandes feitos, têm grandes consequências.
"Os milagres são o que você vê quando para de pensar e acontecem porque alguém os fez e alguém, em algum lugar, teve fé."
Narrado em primeira pessoa pela menina, este livro foi uma grata surpresa, meu temor inicial foi dissipado rapidamente ao mergulhar no mundo de Judith. Esta garotinha me conquistou deste a primeira página, ela cativa com sua doçura, inocência e fragilidade. Judith tem sentimentos fortes, até demais para alguém tão jovem, e atinge em cheio o leitor. Ela faz você ter vontade de tomá-la nos braços e lhe dar amor e carinho. É de partir o coração ver suas tentativas de conversar com seu pai e não ter retorno, vê-la em seu quarto em companhia apenas da Terra Gloriosa, mostra o quanto ela é solitária.

Judith é jovem, mas seus pensamentos são bem maduros, mesmo sendo muito inocentes. Ela pensa em coisas pouco comuns, como no Armagedom, e quando acredita ter realizado um milagre, ela se vê dentro de dilemas morais tão fortes, que achamos que ela não resistirá a tanta pressão. Ela se vê conversando com Deus e carregando a salvação do próprio pai nas costas.
" - Deus?, eu disse, eu posso mesmo salvar o Pai?
- Pode, Deus falou, pode sim."
Percebi facilmente o quanto a falta de diálogo em casa dificulta a vida de uma criança, este mundo que a menina mergulhou foi sua única chance de desabafar, fiquei me perguntando se a própria autora não viveu esta situação, pois tudo é muito crível, algo que parece ser uma experiência real.

O pai de Judith, em um primeiro momento, nos faz acreditar que não ama a filha, tanto que ela mesma acredita nisso, mas no decorrer na leitura, percebi que ele era tão solitário quanto a menina, o que mantinha ele afastado, era sua dificuldade de se abrir para o amor e mostrar seus sentimentos, pois a perda da esposa o marcou profundamente. Observar seus pequenos gestos é o melhor para entendê-lo e ver assim o imenso amor pela filha. Fiquei particularmente comovida com a passagem em que é explicada a razão deles lerem a Bíblia todas as noites, o que inicialmente achei que era um castigo, era, na verdade, uma prova de amor.

A história traz outros personagens, além de Judith e seu pai, pessoas comuns, com seus próprios dramas pessoais, que nos são apresentados de forma leve e até mesmo divertida, pelo olhar da menina.

A autora não só mostrou a importância dos diálogos em família, mas também a força da fé e da superação. Ela ainda conseguiu abranger outros dois assuntos muito sérios, o bullying e o fanatismo religioso. Existe uma crítica sobre todos estes assuntos inserida de forma sutil e inteligente na trama.

A escrita de Grace é fluída, o livro é dividido em cinco partes e traz capítulos curtos, mesclados com trechos da Bíblia e intitulados de acordo com os pensamentos de Judith. A capa é meu xodó, com as imagens das sucatas usadas na Terra Gloriosa, que nos remetem diretamente à belos momentos da história.

É um livro infanto juvenil que ao meu ver serve para pais, filhos e netos. A carga psicológica é grande, mas por ser trazida na linguagem de uma criança, torna-se de fácil entendimento para os mais jovens e muito comovente e inspiradora para os adultos. Um livro rico, que me encantou profundamente, o único ponto que achei negativo foi o final, achei que ficou algo no ar, sem uma boa definição. Eu esperava algo mais concreto e conclusivo, mas nem por isso tiro pontos em sua classificação final.
"Este livro é uma lição para todos que passam pela vida sem reparar nos pequenos detalhes. É também uma poderosa mensagem de esperança e reconciliação..."


2leep.com

67 comentários:

  1. Oie Cida,
    estou querendo ler esse livro, esta todo mundo falando mto bem dele.

    Adorei a sua resenha!

    bjos

    http://blog.vanessasueroz.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida, eu tenho visto bastantes resenhas sobre o livro, mas todas apontam para aspectos diferentes. Eu gostei de seu ponto de vista, parece ser uma história bonita e tocante, espero um dia ter oportunidade de ler.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!

    Bem, acredito que a história de Judith se repete por muitos lares pelo mundo,Criada pelo pai,orfã de mãe e a esquisita da escola,essa parte é muito real para mim.
    Adorei a resenha Cida,principalmente o trecho do livro que Judith fala com Deus,isso trouxe a inocência e fé das crianças para este livro.

    Bjos
    www.roubandolivros.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida!
    Linda resenha, deve ser uma história encantadora.
    Beijos... Elis Culceag.
    * Arquivo Passional *

    ResponderExcluir
  5. nossa todo mundo falando tão bem desse livro que eu estou muitooo curiosa para ler ele.
    adorei a resenha cida.

    ResponderExcluir
  6. Own, que história adorável! Quero ler haha
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida! Sua resenha é a primeira que leio do livro. Confesso que primeiramente fiquei com muita vontade de ler ele pela capa, que eu achei uma graça. Não sabia que na trama também era abordado religião, pois assim como você, acho um assunto indiscutível e sempre evito ler livros assim. Depois da sua resenha fiquei com mais vontade ainda de ler o livro. Parece ser uma história emocionante e tocante.

    Beijos, Leitura da Vez.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A religião ilustra, mas não nos é imposta, o que é ótimo. O forte mesmo é o drama da menina.

      Excluir
  8. Oi, Cida.
    Eu fiquei encantada com a história desse livro, não vejo a hora de lê-lo.
    Já me encantei com a capa, simples e perfeita *-*
    Beijinhos!
    http://fulanaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, que bom que o livro não traz algo imposto ou nas entrelinhas, o que realmente é um alívio quando se trata de religião. Pelo que tenho acompanhado desse livro nas blogsfera, ele tem sido muito bem aceito.

    Bye da Pah
    Livros Estrelas

    ResponderExcluir
  10. E parabéns pelas novas parcerias, que elas só aumentem seu prazer pela leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Pah, tem sido muito gratificante.

      Excluir
  11. Cida, assim como você eu não sou fã de livros que discutem religião ou politica, acho que cada um deve ser livre e seguir o que quer...
    Já tinha ouvido falar nesse livro e declinei a leitura justamente por se tratar de religião...
    Mas depois de sua resenha, acredito que darei uma chance =)


    Beijos,
    Carol e seus livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carol! Fiquei feliz de ler e ver o que realmente ele trata, assim pude esclarecer para vocês e tirar uma possível impressão errada.

      Excluir
  12. Sua resenha me deixou com vontade de ler. Livros que começam com A Menina que... sempre me surpreendem de uma forma inexplicável, quem sabe esse não vira mais um dos livros que me atingiram dessa forma, han?
    Eu sou católica e não tenho problemas com livros que tratam de religião, mesmo sendo de outras religiões. Acho que o caso é ler o livro e ignorar certas partes que as vezes não concordamos.
    Enfim, o livro parece ser realmente muito bom e fiquei com um pouco de pena da Judith, deve ser muito triste ter uma infância solitária dessa forma.

    Livinha's Place | http://livinhas-place.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia! A Cabana foi um livro que li e achei que a história de fé foi muito forçada, então fiquei traumatizada, mas ente livro aqui é muito diferente e excelente.

      Excluir
  13. Oi Cida!
    Eu estava com receio de ler esse livro também, justamente pelos pontos citados por vc. Geralmente acabo travando com determinados livros quando há algum tipo de discussão sobre religião.
    Adorei sua resenha e, pelo que pude perceber, o livro é super diferente do que eu imaginava. Deu até vontade de ler. Quem sabe eu não dê uma chance a ele futuramente?
    Beijos
    http://www.coisasdemeninasarteiras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dá sim Neyla, é uma leitura rápida e bem gostosa.

      Excluir
  14. Ah.. Que lindo!
    Eu tinha curiosidade em ler este livro, mas ainda não tinha lido uma resenha ou do que de fato se tratava. Achei lindo, encantador!

    Ah.. Milagres! Todos nós tínhamos que acreditar neles. Obrigada pela resenha. Me fez querer ler este livro ainda mais!

    Beijos
    luizando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Oie Cida
    A cada resenha que leio desse livro mais fico ansiosa em ler.
    Parabéns pela linda amiga,
    Vou adicionar esse livro no ''meus desesperados'', aqueles que tenho que ler desesperadamente.
    beijos

    Jéssica
    http://leitorasempre.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Ah, que delícia de resenha Cida! Já tinha lido a respeito desse livro, mas ainda não tinha parado pra ler atentamente uma resenha.
    Tbem não gosto de imposições, quando pego um livro pra ler, me preocupo com o rumo que a história me leva, mas acredito em vc e esse livro já entrará em minha lista de leitura ;)
    Beijos, bom final de semana =*

    @morenalilica
    Doce Insensatez

    ResponderExcluir
  17. Oi Cida, eu já li um livro narrado por uma criança e gostei muito, adorei sua resenha e se tiver oportunidade, gostaria de ler ^^

    beijos mila
    http://www.dailyofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oi Cida! Tudo bom?

    Adoooro a capa desse livro.
    Mais adorei ainda mais a sua resenha! Muito linda deve ser essa estória. As frases destacadas foram lindas! Deve ser tocante*

    Parabéns pela resenha, adorei!
    Lucas F
    http://apanhadordelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Estou morrendo de vontade de ler esse livro, e depois dessa resenha espetacular, agora é que preciso ler mesmo!
    Adorei Cida!
    Beijos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Esse livro parece ser tão lindo, tão delicado... fiquei com muita vontade de ler e amei a resenha <3
    Beijos flor :*
    Raiana - Território Pop

    ResponderExcluir
  21. Oi Cida,
    Além de a capa ser linda, o enredo parece ser comovente.
    Dica anotada!!

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Oi, Cida!

    Uau! A diagramação desse livro em especial sempre me chamou a atenção, mas nunca me interessei em ler a sinopse dele para saber sobre o que é. Agora que li sua resenha, estou encantada. Judith parece ser o tipo de personagem que te cativa da primeira até a última página. Eu realmente espero que eu possa ter a oportunidade de conferir essa obra em breve.

    Beijos!

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Você não sabe o quanto eu quero ler este livro. Parece perfeito, maravilhoso, e com essa resenha... ahhh, queria tanto mais dinheiro. Fazer o que? Por que essa menina não faz chover dinheiro aqui em casa? SOS
    Beijos.

    Karol
    http://heykarol.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  24. Já tava com vontade de ler o livro, depois dessa resenha então?
    Tenho que ler!


    www.reticenciando.com

    Milhões de beijos

    ResponderExcluir
  25. A cada resenha que eu leio mais animada eu fico, Cida! Este livro deve ser fantástico! *-* Não vejo a hora de lê-lo.
    Ótima resenha!

    Beijocas.
    http://artesaliteraria.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  26. Oi, Cida! Adorei a sua observação sobre religião no livro. Acho mesmo que desde que a fé de um personagem ou de uma família faça parte da história, não agride, pelo contrário, é como se você estivesse acompanhando a vida de uma pessoa real que, entre tantas outras características, crê em alguma coisa. Parabéns pela sensibilidade e sabedoria ao observar o texto. É comum as pessoas darem as costas para textos que às vezes só menciona algo que elas não tem para si. Beijo.

    ResponderExcluir
  27. Oiee Cida ^^
    não tenho esse livro, mas estou querendo ter e ler, gosto de livros infanto juvenil, creio que irei gostar desse.
    Beliscões carinhosos da Máh-
    Felicidades nos Livros
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
  28. Uau... Penso que é um livro muito lindo.
    Toda a história dela com a tal maquete.. Com pai que fala pouco ela tem que se apoiar em alguma coisa.

    Beijinhos ♥
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  29. Oi Cida.
    Esse livro me chamou atenção logo pela capa, achei linda, logo em seguida me interessei quando li a sinopse. Mas essa é a primeira resenha que leio dele, e definitivamente me conquistou. Eu quero ler.

    Beijos
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  30. Oi Cida,

    Adorei a sua resenha. Eu acho linda a capa desse livro e compraria só por conta dela. O título também é algo que chamou a minha atenção.
    A sua resenha foi a primeira que li, e despertou em mim o interesse em ler.

    Bjinhuxxx
    Eu li e Divulgo
    http://euliedivulgo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  31. Esse livro já me conquistou pelo título, não precisava de mais nada.
    Eu quero muito ler, depois da sua resenha fiquei mais animada ainda.


    Beijos!
    Livros e Tsurus

    ResponderExcluir
  32. Amo infantojuvenil, principalmente quando existe a imaginação, a fantasia pura e sincera para superar os problemas. Parece mesmo lindo!! Beijos.

    ResponderExcluir
  33. Não tinha vontade de ler esse livro, mas o povo esta falando tão bem, que a curiosidade nasceu em mim :D
    Adorei sua resenha, me instigou mais ainda ^^
    Beijos
    Brubs
    contodeumlivro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  34. Eu quero muito ler esse livro, Li várias resenhas falando bem do livro, gostei bastante da sinopse. Estou ansiosa para ler.

    ResponderExcluir
  35. Oi Cida... tenho visto muitas resenhas deste livro. Quero muito ler!!
    A sua resenha ficou muito boa, esclarece muitos detalhes que não vi em outras resenhas!

    Beijokas

    Jaque - Meus livros, meu mundo.

    ResponderExcluir
  36. Cida!
    O livro tem abordagens fortes e diferenciadas; e que bom a autora não levou para o lado doutrinário.
    Acaba sendo uma literatura infanto-juvenil voltada para a fantasia, embora tenham aspectos de realidade.
    A resenha ficou exemplar, explicativa na medida correta para sabermos o que é necessário encontrar no livro, parabéns!
    Bom final de emana.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  37. Gostei muito da resenha, foi clara e direta, mostrou o livro bem detalhadamente sem expor muito do enredo... Já li algumas resenhas, mas a sua foi a melhor, estou tremendamente fascinada pelo livro... Super curiosa para ler e conhecer o lindo e solitário mundo de Judith...

    ResponderExcluir
  38. Oi Cida!! Sua resenha é linda e a história é envolvente, abordando o assunto religião,que é sempre muito "polêmico" o que torna a história tocante e emocionante.Gostaria de ter a oportunidade de ler esse livro!!Beijosss

    ResponderExcluir
  39. Oi Cida!! Sua resenha é linda e a história é envolvente,abordando o assunto religião, que é sempre muito "polêmico" o que torna a história tocante e emocionante!!Gostaria de ter a oportunidade de ler esse livro!!Beijosss

    ResponderExcluir
  40. A capa por ser tão simples e linda ao mesmo tempo, foi que me chamou a atenção e depois o titulo que é bem instigante. Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro e realmente achei muito boa me deu mais vontade de ler, nem imaginei que o foco da história seria esse. Legal que tem temas de grandes polêmicas, creio que a leitura ajudaria muita gente que tenha dúvidas e insistir a práticas essas coisas.

    ResponderExcluir
  41. nossa esse livro deve ser o máximoi, to louca para ler e estou participando da promo, bjs.

    ResponderExcluir
  42. O titulo por si só já me encantou.
    A resenha então me deixou ansiosa pra ler..
    Todo mundo tem que ter fé, independente da religião.
    Beijos

    seguidor: Viviane S.

    ResponderExcluir
  43. Amo livros infanto juvenis !
    Religião é algo delicado de tratar num livro, fato. Felizmente nada é imposto ao leitor, ou jogado na cara, pra dizer de forma mais clara.
    Eu quero muito ler esse livro, porque até agora só vi resenhas positivas, a sua, e de mais dois blogs ><
    Beijos Cida

    ResponderExcluir
  44. Essa é a primeira resenha que leio sobre esse livro e já me encantei! Um livro que tras assuntos bem atuais... fiquei muito interessada! Bjos!

    ResponderExcluir
  45. Já li resenhas e comentários sobre esse livro e sempre me surpreendo com cada leitura que faço. Sua resenha só veio reforçar isso. O trailer do livro é maravilhoso e deixa a gente com aquela vontade de ler o livro bem depressa. Gostei muito.

    ResponderExcluir
  46. Adorei a resenha do livro, estou com muita vontade de ler esse livro.... ele parece realmente ser bom!!!

    ResponderExcluir
  47. Sua resenha atiçou minha curiosidade...
    quero muito ler, vai para minha lista e logo estará na minha estante.

    ResponderExcluir
  48. Ótima resenha! Me deu vontade de ler esse livro :D

    ResponderExcluir
  49. Este livro parece ser muito interessante! Ótima resenha!
    Doidinha para ler.....

    ResponderExcluir
  50. Gosto muito de livros assim que nós fazem pensar e refletir sobre várias coisas.
    Parece ser um livro muito lindo.
    Eu já vi o book trailler e achei tão lindo que quero muito ler.
    A capa é tão simples e linda!!!

    ResponderExcluir
  51. Adorei a resenha! Me deixou bastante curiosa. Eu gosto muito de livros nesse estilo. Apesar de que eu goste de ler muitas coisas.. Sabe como é né?! Ser leitora compulsiva, você acaba lendo de tudo um pouco.. rs Mas vou adicionar ele a minha lista de leituras ;) rs
    Beeijos ;*

    ResponderExcluir
  52. Das resenhas que já li essa foi uma das que me prendeu e me encheu de curiosidade.
    Parabéns pela resenha!
    Espero poder conclui essa leitura logo.
    Beijos :)

    ResponderExcluir
  53. Esse vai pra minha lista de desejos. Louca pra ler, a sinopse me encantou.
    Gostei da resenha!!
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  54. OLá Cida,

    Tenho muita curiosidade em ler esse livro e sua resenha me deixou curioso...parabéns...abçs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  55. Adorei a resenha! Já vi em vários blogs que este livro é maravilhoso, estou super curiosa pra ler *-*

    ResponderExcluir
  56. Adooreei , Moorrendo De Vontade De Ler'
    *-*

    ResponderExcluir
  57. Confesso que não sou muito fã de livros desse gênero, mas tenho lido tantas resenhas positivas em relação a ele, que acabei ficando com curiosidade pra lê-lo. A história me parece ser bastante interessante, pois aborda temas bem reais, principalmente o caso do Bullying. Enfim, quero ler o mais rápido possível.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir
  58. Me apaixonei pelo livro logo, capa gostosa, título envolvente e sinopse pra matar de curiosidade. Adoro histórias com crianças, especialmente se vemos o mundo a partir do seu olhar ingênuo e sonhador. Quero mesmo me encantar nessas páginas, me emocionar com seu drama e chegar ao fim com ela, mais amadurecida e com lições pra me dar.

    ResponderExcluir
  59. Oi Cida! ^^
    Adorei sua resenha. Ela abrangeu bem mesmo sobre o que trata a estória.
    Eu também tenho a mesma opinião que você quanto ao final. Pareceu faltar alguma coisa. Eu esperava saber mais sobre "Deus" com quem Judith falava.
    Mas vale à pena ler!

    Beijussss;
    http://hipercriativa.blogspot.com.br/
    http://universo-invisivel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!