[Resenha] O Que O Sol Faz Com As Flores

O Que O Sol Faz Com As Flores 
Título Original: The Sun and Her Flowers
Autor(a): Rupi Kaur 
Editora: Planeta                                               Páginas: 328                          
Lançamento: 2018                                          ISBN: 978-8542214628
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
da mesma autora de outros jeitos de usar a boca, best-seller com mais de 100 mil exemplares vendidos no Brasil. o que o sol faz com as flores é uma coletânea de poemas arrebatadores sobre crescimento e cura. ancestralidade e honrar as raízes. expatriação e o amadurecimento até encontrar um lar dentro de você. organizado em cinco capítulos e ilustrado por Rupi Kaur, o livro percorre uma extraordinária jornada dividida em murchar, cair, enraizar, crescer, florescer. uma celebração do amor em todas as suas formas. essa é a receita da vida minha mãe disse me abraçando enquanto eu chorava pense nas flores que você planta a cada ano no jardim elas nos ensinam que as pessoas também murcham caem criam raiz crescem para florescer no final.

O Que O Sol Faz Com As Flores é uma coletânea de poemas da indiana Rupi Kaur, lançada no Brasil pela Editora Planeta.

Esta edição em capa dura e bilingue, segue o padrão da outra coletânea da autora que já resenhei aqui, Outros Jeitos de Usar a Boca. É um livro muito bonito, tanto visualmente, quanto no conteúdo.

Eu não sou de ler poemas, mas tenho descoberto que talvez ainda não tivesse encontrado os poemas certos para ler. Depois de ler Outros Jeitos de Usar a Boca eu resolvi me aventurar por obras de outros autores e achei alguns tesouros. Agora retorno para Rupi, que me animou a mergulhar no gênero.

Tal como em seu outro livro, neste aqui os poemas também são retratos de experiências íntimas e pessoais, dá para sentir nas palavras gritos, silêncio e uma carga forte de emoções.

A obra de Rupi fala sobre ser mulher e existir em um mundo onde querem nos fazer sentir culpa e nos culpar pelos atos dos homens, sentir vergonha de nós pelos erros deles. Em muitas situações e lugares as mulheres ainda se sentem oprimidas por estes conceitos injustos e arcaicos, mas sabemos que há aquelas que se levantam e dão voz aos seus sentimentos e lutam por igualdade.

Rupi aborda a violência sexual e assédio nestas páginas, mas também fala de relacionamentos. Términos e recomeços. Os sentimentos que agoniam no fim de um relacionamento, a perda da confiança, a sensação de estar sem rumo e até o horror de uma traição. As oscilações que vem com isso, quando você sabe que precisa recomeçar, mas falta força. Só que não há apenas decepção, há bons momentos, como quando se encontra um novo alguém e se dá uma nova chance de ser feliz.

Há poemas ainda sobre imigração, culturas que rejeitam filhas mulheres e as abandonam ou matam e até mesmo sobre ter vergonha de suas origens. Rupi também fala das mulheres que se anulam em prol de filhos e maridos. Em suma ela relata fatos que a cercam, que viu e viveu.

Eu gostei da obra, senti as verdades da autora saindo das páginas e foi como se de alguma forma ela estivesse ao meu lado dividindo um pouco de si. É uma leitura bem imersiva.

Outros Jeitos de Usar a Boca ainda é meu preferido da autora, mas O Que O Sol Faz Com As Flores também mexeu comigo. Ambos chocam, mas também inspiram e nos fazem desejar lutar por algo melhor. Recomendo!

você não acorda um belo dia e se transforma em borboleta

- crescer é um processo






8 comentários:

  1. Oi Cida, tanto um quanto o outro, os dois livros são ótimos para ler, são poemas que nos tocam de alguma maneira, e a maneira que é escrita então.. Eu Amei, mas só tenho a versão impressa de Outros jeitos de usar a boca. Preciso deste outro também!

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  2. eu tenho o outros jeitos de usar a boca e adoro! com certeza ja quero esse livro tbm, ela escreve muito bem!

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  3. Oi, Cida!
    Também não sou muito de ler poemas, mas os da Rupi são tão bem elogiados que estou disposta a me arriscar.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. Participe!

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida,
    Eu acompanho ela no insta, adoro tudo que ela escreve.
    Vi os livros pela Bienal, estão lindos, mas estavam carinhos para mim. Ainda quero ter os meus.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, tudo bem? Nunca li nada do autor e faz tempo que não leio poemas, acho que é uma boa oportunidade!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  6. Olá...
    Adorei a sua resenha!
    Sempre esbarro com esse livro por aí, mas, ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre. Pelos seus comentários parece ser uma leitura agradabilíssima e com certeza me deu vontade de ler também.
    Dica anotada!
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Cida! Tudo bom?
    Eu sou um zero a esquerda pra poemas e dificilmente consigo me prender muito a leitura, mas passei por uns da Rupi por causa do hype que caiu em cima e realmente, merece todo esse hype!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!