[Resenha] Uma Mulher No Escuro

Uma Mulher No Escuro
Autor(a): Raphael Montes
Editora: Companhia das Letras                 Páginas: 256 
Lançamento: 2019                                     ISBN: 9788535931761
 ||Compre||     ||Skoob||  ||Goodreads||
Um crime brutal cometido há vinte anos, uma única sobrevivente, o retorno calculado do assassino. Em quem Victoria deve confiar? Neste thriller psicológico, Raphael Montes une romance e suspense em uma narrativa intrincada e sedutora. Victoria Bravo tinha quatro anos quando um homem invadiu sua casa e matou sua família a facadas, pichando seus rostos com tinta preta. Única sobrevivente, ela agora é uma jovem solitária e tímida, com pesadelos frequentes e sérias dificuldades para se relacionar. Seu refúgio é ficar em casa e observar a vida alheia pelas janelas do apartamento onde mora, na Lapa, Rio de Janeiro. Mas o passado bate à sua porta, e ela não sabe mais em quem pode confiar. Obrigada a enfrentar sua própria tragédia, Victoria embarca em uma jornada de amadurecimento e descoberta que a levará a zonas obscuras, mas também revelará as possibilidades do amor. Um psiquiatra, um amigo feito pela internet e um possível namorado — qual dos três homens está usando tudo o que sabe para aterrorizar a vida de Vic? E o que afinal ele quer com ela? Na literatura nacional, Raphael Montes é unanimidade quando se trata de livros de suspense. Uma Mulher no Escuro traz sua primeira protagonista feminina e confirma o autor como um dos mais originais da atualidade — além de deixar o leitor intrigado do começo ao fim.
Oi! Aqui é a Jô! Vem comigo nessa investigação.

Não se deixe enganar por este adorável ursinho na capa, a história deste livro é tudo, menos isso. Uma Mulher no Escuro,  novo livro do escritor Raphael Montes, traz uma história pesada, trágica e de muito suspense.

O inicio já é brutal, com uma garotinha acordando no meio da noite ao som dos gritos dos pais. Ela procura o irmão mais velho para entender o que está acontecendo e quando ele vai averiguar, são os seus gritos que tomam o lugar dos gritos dos pais. A garotinha logo passa a ser a próxima na linha de ataque do que quer seja que invadiu seu lar e uma cena de extrema violência nos choca e intriga.

Anos mais tarde, Victoria Bravo já é uma mulher adulta, mas carrega consigo a dor da perda da família e o medo constante que se originou na noite que todos da casa foram assassinados. Ela foi criada por uma tia e precisa de acompanhamento psicológico semanal para se manter em pé. Vic carrega cicatrizes no corpo, na mente e na alma. Ela tem dificuldades de se adaptar a uma vida normal. Não tem amigos, não tem relacionamentos amorosos, não confia em ninguém…

Quando volta para casa e encontra no apartamento indícios de que o assassino dos pais está de volta e lhe vigiando, ela entra em desespero, mas também encontra força para ir em busca da verdade por trás da tragédia de sua infância. Então descobre que nada era o que parecia ser.

O livro é um ótimo thriller psicológico que se desenrola tanto no presente quanto no passado. Um tempo está intrinsecamente ligado ao outro e ambos vão se completando a cada nova página. Montes apresenta uma protagonista extremamente fragilizada, mas que é forte o bastante para viver um dia após o outro e, ainda que tenha medo, ir atrás de respostas.

Vic precisa entender por qual motivo o assassino está de volta e descobrir quem é ele nos dias atuais.  Pode ser qualquer homem. Um que esteja na sua rua, um morador do prédio no qual vive ou, na pior das hipóteses, um dos homens que são próximos no dia a dia. Claro que esta última opção não passa pela cabeça dela, mas vai ser a nossa primeira e única opção. Segue o cardápio de suspeitos. Avalie bem qual vai escolher.  

Um escritor que quer namorar com ela. Um jovem que se considera um amigo. O psiquiatra. Todos eles podem ser o assassino sob uma nova identidade.

Conforme Vic vai atrás dos fatos do passado, de tudo aquilo que antecedeu a morte dos pais, ela começa a entender que o crime até então aparentemente sem motivo, tinha, sim, uma forte razão para ter sido cometido.  A investigação do passado é de longe o mistério mais intrigante e instigante, mas também onde muita violência e abusos são relatados. A trama é fortíssima neste aspecto, incomoda e faz o estômago embrulhar. O autor não pega leve para fundamentar a motivação de seu criminoso, choca o leitor do começo ao fim.

Quando ambas as linhas do tempo enfim se conectam, mais reviravoltas ocorrem e mesmo que eu tivesse minhas desconfianças, não cheguei perto do que o desfecho reservava. A história é engenhosa do começo ao fim, leva o leitor por um túnel escuro e cheio de voltas traiçoeiras e se fecha de forma convincente. A protagonista é uma personagem complicada, densa e que vai se revelando, ou melhor, se despindo de camadas e camadas de medos e traumas para se reconstruir.

Uma Mulher no Escuro me impressionou pela forma como me deixou tensa, assustada e temerosa da maldade humana. Não é para os fracos e impressionáveis, mas se você aprecia histórias pesadas, onde a brutalidade, a distorção do caráter e a loucura do ser humano são exploradas, vai querer conferir. Excelente!






2leep.com

8 comentários:

  1. Oi Cida!! Eu acho que sou fraca hehehehehehe agora já não sei se aguentaria, mas que é mega interessante isso é!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida,
    Hmmm, novo livro do autor né, já conhecia o outro, mas este é novidade!
    Eu não leio muito livros pesados, com tragédia e muitos suspenses sabe, mas tenho curiosidade em conhecer algum livro do autor, adorei saber que o livro te impressionou, talvez eu leia um dia, onde estarei menos medrosa hehe

    Beijos Mila

    Daily of Books Mila

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida!
    Já não sou muito chegado em livros de terror, os desse homi então KKKKKKKK. JESUS AMADO, Ele é muito perturbador. Desde que publicou aquele de canibalismo que eu sinceramente não me vejo lendo nada dele, mas que bom que curtiu.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Cida, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, mas fiquei curiosa para conhecer melhor a trama e desvendar os mistérios que envolvem o passado da protagonista. Dica anotada!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Cida, tudo bem?
    Só vejo comentários positivos sobre o livro e já quero conferir.
    Além da tensão da trama em si, saber que o final surpreende já me deixa ainda mais animada. Adoro isso!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  6. Oi, Cida!
    Eu já li somente um livro do Raphael e gostei bastante. Ando ensaiando para ler esse porque ultimamente os thrillers andam me decepcionando... mas pela sua resenha acho que esse aqui não vai ser o caso
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
  7. Oi Jô,
    No início nem parece né, mas esse livro é bem tenso e pesado.
    Fiquei chock com as cenas finais. Raphael arrasa.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderExcluir
  8. Olá, Jô.
    Nem me fale em cardápio que já lembro de Jantar Secreto do autor hehe. Eu já li dois livros dele e achei os dois excelentes apesar de bem fortes. E pelo jeito esse segue a mesma linha. Assim que der vou ler ele porque até já comprei e está aqui na estante hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!