[Resenha] O Lado Obscuro

O Lado Obscuro
Título Original: Mud Vein
Autor(a): Tarryn Fisher  
Editora: Faro                        Páginas: 288
Lançamento: 2019               ISBN: 9788595810693
Considerada a obra mais visceral de Tarryn Fisher, você entenderá porque leitores de vários países o elegeram como um dos livros mais especiais de suas vidas.Quando a escritora Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário, ela não está em seu quarto. Raptada e trancada numa casa em meio a uma tempestade de neve, ela precisa decifrar as pistas ligadas ao seu passado para conseguir fugir. Forjada pela dor, moldada pelo abandono, Senna se tornou uma mulher que destrói antes de ser destruída...Apenas uma pessoa conseguiu atravessar suas barreiras e conquistar sua confiança, mas isso aconteceu há muitos anos...“Isaac era um estranho, mas foi capaz de enxergar minhas feridas mais do que qualquer outra pessoa.”O cirurgião Isaac encontrou Senna em um momento de caos e vulnerabilidade, depois de um furacão que lançava cinzas sobre suas feridas. Ele a ajudou quando ninguém mais pôde, mas agora, tudo está diferente. Depois de tanto tempo distantes um do outro, os dois estão presos na mesma cabana, e podem ser consumidos por recordações que esperavam esquecer. Além do perigo que os cerca, a escassez de comida e água, e os jogos perigosos do raptor, um sentimento antigo começa a despertar, ameaçando romper novamente as defesas de Senna, o que pode ser fatal.
Ler Tarryn Fisher em geral é uma experiência marcante. Eu sempre me surpreendo com suas obras. Se vejo o nome dela na capa, nem leio sinopse. E foi sem saber nada de O Lado Obscuro que embarquei na leitura.

A trama desta obra é intrincada desde as primeiras páginas e muito envolvente. A história começa com uma moça acordando em um local desconhecido, com a forte sensação de que foi drogada e usando roupas que não são suas. Se não bastasse a agonia de não saber onde está, vem a sensação ruim de que alguém violou sua privacidade ao colocar aquelas roupas nelas e dali em diante só vem mais e mais desconforto e medo. 

Senna, mesmo desorientada, percebe que foi sequestrada. No entanto, é um sequestro estranho, pois ela se vê em uma casa mobiliada, com armários cheios de alimentos, roupas novas e até mesmo facas, muitas facas que poderiam servir de arma. É um cativeiro confortável demais para ser um cativeiro.

Ela sai explorando a casa, ciente de que a qualquer momento pode encontrar seu algoz, mas no final acaba dando de cara com um quarto e lá dentro um velho conhecido seu amarrado na cama. Ela e Isaac estão ali presos, sem sabem o motivo e quem pode ter feito aquilo com eles.

É só até aí que vou falar dos acontecimentos da obra, isso você já encontra logo nos primeiros capítulos e é a base para seguirmos com a dupla nessa estranha situação que se encontram. Eu ia lendo e imaginando algo tão absurdo acontecendo, um sequestro atípico que até armas os cativos tinham a disposição. Bem sinistro e intrigante. Bem a cara da autora.

A história tem uma carga emocional e psicológica pesada e densa. Conforme os dois personagens passam a viver seus dias naquela casa, vamos descobrindo mais sobre ambos e como um dia se relacionaram, a forma que se conheceram e o que passaram.

A vida de Senna é o destaque. Isaac é um coadjuvante de importância, mas ela é a peça chave. Uma personagem de diversas camadas que vão sendo despidas a cada nova página. A construção da personagem é fascinante, sua história dramática, dolorosa e cheia de controvérsias. Há mistério em Senna, no que a motiva e conduz pela vida. É uma moça extremamente solitária, com dificuldades para ter relacionamentos com outras pessoas e uma autora talentosa e complicada.

Há muita dor na vida dela e não posso deixar de afirmar o quanto esta história é triste. A autora consegue passar com muita veracidade a gama de sentimentos e sensações que envolvem sua protagonista e posso dizer que por vezes a leitura é bem angustiante e me deixou com um aperto no peito. O que acontece na casa unido ao que Senna já viveu é muito complexo, mas por mais pesado que seja, vemos que o cativeiro torna-se para Senna e Isaac um passar a limpo do rascunho que viveram.

Não é um romance. Não vi esta história desta forma. Para mim O Lado Obscuro é um drama psicológico com suspense. A obra é diferente de outras da Fisher que li, mas traz em sua essência o mesmo tom fatalista e sombrio que ela coloca em outras de suas obras. A autora tem um jeito obscuro de contar suas histórias, gosta de usar personagens de caráter duvidoso e personalidade distorcida. Eles não são doces e meigos, mas pessoas cheias de fantasmas e bem perturbadas. Eu acho o máximo estas caraterísticas de suas obras, me sinto bem envolvida e curiosa do começo ao fim.

O desfecho de O Lado Obscuro é conclusivo, embora eu ache que o motivo do sequestro devesse ter sido explorado mais profundamente. Ainda assim a história mexeu bastante comigo e seu final triste de me deixou com o coração dilacerado. Uma história ousada e viciante. Recomendo!




2leep.com

9 comentários:

  1. Eu estou louca para ler esse livro, assim que terminar a série Cretino Irresistível, esse será o próximo! Adorei a resenha.
    Beijos, ❤️
    www.lewestinblog.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Cida, tudo bem?
    Adorei a dica e fiquei super curiosa, especialmente pelo fato da casa ser confortável e a situação toda ser atípica e intrigante. Com certeza seria uma obra que eu leria!
    Beijos,

    Priih
    http://infinitasvidas.wordpress.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Cida! Eu gosto muito da autora e pelo que entendi é uma história muito tensa!! Do tipo que a gente fica remoendo depois rsrsrs

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Oi, Cida!
    Eu tenho uma amiga que leu um livro da Tarryn e ficou chocada com algumas coisas. Esse parece ser bem impactante também...
    Beijos
    https://balaiodebabados.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Cida

    Mesmo sem ter lido nenhum livro da CoHo já percebi que ela tem mesmo essa característica de criar personagens dúbios.
    Eu já tive mais curiosidade acerca dos livros dela mais por ela ser BFF da Colleen Hoover do que pelas histórias. Rss Tenho um livro dela aqui e só falta o tempo para lê-lo.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderExcluir
  6. Amei sua resenha, não leio muitas coisas do gênero, mas fiquei curiosa com essa história!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  7. Oi Cida!
    Apesar dos pontos positivos levantados, confesso que o gênero não me atrai, e por esse fato, não me animo. Mas parece ter uma construção bastante chamativo a trama, e misteriosa também.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá, Cida.
    Eu achei o final bem triste e até bonito, e a unica coisa que não gostei tanto no livro foi o motivo para o que aconteceu achei bem fraco. Mas é um livro que mexe bastante com a gente.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  9. Oi Cida, tudo bem?
    Não me lembro de ter lido nada do gênero, mas fiquei curiosa pela trama, principalmente para entender o sequestro e a personalidade da protagonista.

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada por seu comentário.

Sua participação é muito importante.

Um grande beijo!